O setor de franquias cresceu 6,4% no primeiro semestre. A receita do mercado no período passou de R$ 79,496 bilhões para R$ 85,586 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF). Essa categoria vem demonstrando bom desempenho nos últimos anos e foi uma das poucas que resistiu à crise e de olho nas oportunidades do setor, o Grupo Life Brasil está lançando no mercado um modelo híbrido com investimento inicial de R$ 499.

A franquia Angels Híbrida da rede também é chamada de “Figital”, pois une o modelo já consolidado físico da empresa com o novo formato digital para formação e desenvolvimento da Universidade Corporativa do Grupo Life Brasil, permitindo que mais pessoas tenham acesso ao franchising com ganhos próprios de até 40%, impulsionando a geração de renda e economia no retorno de seus produtos. “Esse modelo permite o ingresso no sistema da rede para que, posteriormente, o franqueado possa adquirir outros formatos e o negócio se transformar na sua principal fonte de renda”, comenta Alberto Júnior, fundador da empresa.

Leia mais: Grupo Life Brasil lança plataforma digital para empreendedores

O franqueado Angels Híbrido terá as mesmas vantagens contratuais, porém com diferenciação em produtos para comercializar. O processo de seleção também será diferenciado, sendo somente por meio de recomendações de franqueados ou validação de alguma franquia home office perto da sua localidade. O objetivo da iniciativa é garantir a qualidade dos candidatos, já que a modalidade visa oferecer suporte e acompanhamento dos empresários em um tipo de negócio consolidado. “O franchising conta com um modelo estruturado, que oferece menos riscos para o empreendedor. Além disso, os ganhos anuais da nanofranquia não têm limites, fazendo com que o tempo de atividade impacte no lucro. Um exemplo é ter seguro de vida, casa e carro com economia de 40% do valor da comissão”, comenta o executivo.

Com o novo modelo de negócio, a expectativa da rede é de se tornar a maior franquia do Brasil em multiunidades. “O nosso objetivo é que até o final de 2020 tenhamos ultrapassado a marca de mil franquias”, ressalta Júnior. O franqueado híbrido também terá acesso à universidade corporativa do grupo e treinamento online pelo time de vendas.

A rede movimentou 30 milhões de reais em 2018 e atualmente possui 19 unidades em operação, com expectativa de chegar a 70 franquias e ultrapassar a marca de 35 milhões de reais em faturamento até dezembro.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta