A Ezze Seguros começa a operar no mercado brasileiro com o objetivo de atuar inicialmente na modalidade de linhas financeiras, lançando produtos de seguro garantia com soluções customizadas para diferentes tipos de negócios. A inicia sua operação com patrimônio líquido de R$ 30 milhões, com expectativa de projeção de prêmios de R$ 1 bilhão e meta de estar entre as 20 maiores seguradoras do país nos próximos 5 anos.

A iniciativa de fundar a seguradora surgiu há um pouco mais de um ano, a partir de um grupo de executivos do setor de seguros que buscou aprovação prévia dada pela Susep no mês de maio deste ano. Desde então, a empresa trabalha na infraestrutura de seu novo escritório, no desenvolvimento de tecnologias e sistemas e na contratação de pessoas para comercializar seus produtos e emitir apólices, após aprovação final do órgão na primeira semana de outubro.

A estrutura acionária da seguradora conta com 12 sócios investidores, dois deles atuando diretamente na operação, Richard Vinhosa, presidente; e Ivo Jucá Machado, vice-presidente Comercial e de Marketing da Ezze.

Dentre os principais produtos trabalhados inicialmente pela seguradora há um destaque para o Depósito Recursal, seguro que substitui os depósitos exigidos nas ações trabalhistas; Garantia Judicial, que substitui as cauções e/ou depósitos efetuados junto ao Poder Judiciário; e o Garantia de Bid/Performance, que garante obrigações assumidas pelo tomador em contratos firmados entre ele e o segurado.

Richard Vinhosa, presidente da empresa, explica que a entrada no mercado, a partir desta modalidade, tem o objetivo de proporcionar uma experiência digital que integre toda a cadeia de serviços.

“A decisão de começar a operar no mercado a partir de seguro garantia se deu em função do cenário de oportunidades que estão acontecendo, tais como licitações públicas que envolvem grandes riscos, nas quais essa modalidade de linhas financeiras tem uma boa demanda e uma tendência de aceleração. Além disso, a modalidade passou a ser aceita também como alternativa para as empresas após a entrada em vigor da reforma trabalhista”, esclarece.

A companhia também se prepara para, em um próximo momento, contemplar produtos
nos segmentos de vida, previdência, acidentes pessoais e riscos, ramos elementares e benefícios, tornando-se uma seguradora multilinear e multicanal com aproximadamente 40 novos produtos.

“Atenderemos o mercado com uma estrutura comercial multicanal. Até o momento, temos mapeadas parcerias com 150 grupos econômicos, entre corretoras e outras empresas, e limite de crédito disponível pré-aprovado de R$300 milhões para cada grupo”, pontua.

Vinhosa destaca que pretende explorar os canais de vendas em sua totalidade pois a empresa já nasce com atendimento digital para clientes e corretores. Como exemplo, no seguro garantia para cobrir um depósito judicial, a emissão da apólice poderá ser feita on-line e em tempo real, podendo ser anexada ao processo judicial. A facilidade deve ser estendida a novas modalidades. O avanço do setor de seguros em canais digitais e o uso de tecnologias e aliados à qualidade no atendimento serão os principais pilares do seu modelo de negócios.

“Não faz parte da cultura do brasileiro a contratação desse serviço, mas a expectativa é que, à medida que a renda cresça, gradativamente aconteça o aumento dessa procura. Estar bem preparado com um atendimento de qualidade, com velocidade, sabendo aproveitar os momentos de mudança tecnológica e trazer essa realidade para o cliente, com certeza é um fator que nos fará conquistar esse mercado”, concluiu.

G.R
Revista Apólice

Deixe uma resposta