A Chubb Cyber IndexSM é uma plataforma interativa que fornece dados sobre sinistros de apólices de riscos cibernéticos, o custo da resposta a incidentes, bem como tendências de limites e franquias para os seguros cibernéticos.

A Chubb aprimorou sua ferramenta com atualizações para identificar ameaças cibernéticas existentes baseadas na indústria e no tamanho de uma organização. A nova versão da plataforma também oferece análise de custos associados a um incidente cibernético; informações sobre tendências de limites e franquias; e uma calculadora de custos estimados, que ajuda as empresas a ter uma melhor compreensão sobre a melhor forma de se proteger contra ameaças cibernéticas.

“Desde o seu lançamento em 2018, esta ferramenta tem dado aos usuários acesso a informações em tempo real sobre as ameaças cibernéticas atuais e históricas que estão afetando as apólices de seguro e, portanto, as empresas. Integrando as capacidades globais da seguradora, com esta nova e robusta ferramenta de análise podemos oferecer uma visão completa das potenciais consequências de um incidente cibernético”, afirma Sandra Cabrera, gerente de Riscos Cibernéticos da empresa na América Latina.

Leia mais: Chubb muda estrutura de atendimento a sinistros

A nova interface oferece um meio quantificável e detalhado para identificar rapidamente os riscos virtuais que uma empresa pode enfrentar. Os usuários podem acessar recursos especificamente focados em sua indústria, dados internacionais e uma biblioteca completa de artigos, vídeos e outros materiais de estudo.

“Com as adições feitas, o sistema se torna uma ferramenta essencial para ajudar as companhias a avaliar e combater a natureza mutável dos riscos digitais, em qualquer forma que se apresente”, acrescenta Sandra. “Proteger-se dos riscos de ataques no ecossistema digital sempre será um desafio, produto de natureza multifacetada e de ameaças em rápida evolução. A plataforma permite que os usuários examinem a exposição específica de seus negócios e o potencial impacto que esses ataques poderiam ter”.

Com mais de duas décadas de experiência e dados de sinistros, as ferramentas da seguradora ajudam a fornecer uma análise holística das tendências e evolução dos riscos cibernéticos disponibilizados aos seus clientes.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta