A SulAmérica está ampliando o seu portfólio com o lançamento do “SulAmérica Roubo e Furto”, produto com foco nessas coberturas. Inicialmente, os corretores parceiros da companhia no Estado do Rio de Janeiro e na Grande São Paulo poderão oferecer o novo produto a seus clientes – são aceitos veículos de passeio e pick-ups leves e pesadas nacionais. Entre os diferenciais do produto, estão a proteção contra incêndio e perda parcial do veículo recuperado após o roubo.

“Com um produto versátil como esse, que alcança diferentes públicos, o corretor tem um leque de oportunidades para gerar novos negócios. O seguro contra roubo e furto é a oportunidade perfeita para nossos parceiros entregarem conveniência, preços mais acessíveis e uma prestação de serviço que atende a uma necessidade específica de grande parcela dos clientes, em um País onde ainda temos um roubo ou furto de veículo por minuto”, comenta o vice-presidente comercial e de marketing da seguradora, André Lauzana.

Segundo os dados mais recentes do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o número de roubo e furto de veículos no Brasil superou 540 mil em 2017. Nos estados de Rio de Janeiro e São Paulo, as estatísticas chegam a 70 mil e 172 mil no mesmo ano, respectivamente.

Leia mais: SulAmérica avança em estratégia de transformação digital

Ainda que o foco seja o roubo e furto de automóveis, os corretores parceiros da seguradora também poderão oferecer aos segurados as tradicionais garantias opcionais de acordo com o perfil ou necessidade do condutor, como danos a terceiros, assistência 24 Horas, proteção a vidros, lanternas e faróis, danos morais, carro reserva e despesas extraordinárias.

Martelinho

Outra novidade que a seguradora apresenta ao mercado e também pode ser contratada no novo produto, bem como nos demais, é a cobertura de martelinho agregada ao serviço de reparo de para-choque. A técnica consiste em eliminar amassados na lataria do veículo sem a utilização de métodos convencionais, como tintas, o que mantém a originalidade e não deprecia o valor do carro.

A proteção facilita que consertos em portas e outras peças sejam feitos ainda que o orçamento não alcance os valores de franquia e é ideal para casos de amassados que ocorrem quando o motorista está estacionando. O serviço dura, em média, uma hora por peça, e a proteção está disponível em todo o Brasil.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta