(FOTO: Divulgação) Antonio Carlos Carvalho de Souza

O Gboex Previdência e Seguro de Pessoas apresentou o novo gerente da unidade de negócios de Campo Grande/MS, Antonio Carlos Carvalho de Souza. O executivo já atua na unidade há quatro anos, onde vem apresentando constante desenvolvimento, destacando-se agora como exemplo da valorização dos talentos da empresa. Com experiência de mais de 15 anos na área comercial, é formado em marketing pela Universidade Paulista (UNIP) e atualmente cursa MBA executivo em Gestão Comercial & Inteligência de Mercado pela IPOG. “Sinto-me honrado em representar uma empresa que, ao longo dos seus 106 anos, tem construído uma história linda e contribuído de forma consistente para a proteção e bem-estar de milhares de famílias em todo o país” afirma o gerente.

O novo gestor recebe com entusiasmo o desafio e oportunidade, destacando a importância do suporte e apoio da empresa para o desempenho dos seus profissionais. “A companhia se preocupa com os seus colaboradores, estimulando e reconhecendo as suas realizações, permitindo assim o exercício de seu trabalho com entusiasmo e excelência”, destaca.

Souza acompanhou de perto todo o desenvolvimento da unidade nos últimos anos e cumpriu papel fundamental nesse processo. “A unidade de Campo Grande passou por uma significativa reestruturação recentemente e tive a honra de participar efetivamente de todas as mudanças e conquistas. No entanto, temos ainda muito a crescer”, ressalta.

Prevendo um crescimento, para 2020, em torno de 25%, o executivo conta que a sua gestão é focada em “estreitar o relacionamento com os corretores parceiros, dando todo suporte necessário desde a prospecção à finalização da venda, afinal, eles são os grandes responsáveis por todo o nosso desempenho”. Destaca ainda o engajamento da sua equipe para essas conquistas. “O esforço, empenho e dedicação de cada um da equipe definitivamente faz toda a diferença e contribui diretamente para o sucesso e protagonismo que a companhia tem alcançado no cenário sul mato-grossense”, conclui.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta