As inscrições para o IX Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar estão abertas até 13 de setembro. Em seu nono ano, a premiação conta com cerca de 50 trabalhos laureados e algumas centenas de estudos avaliados, consolidando-se como a principal premiação de trabalhos acadêmicos com foco em saúde suplementar no Brasil.

“O Prêmio IESS é muito importante para atrair acadêmicos para a área da saúde e especificamente para a saúde suplementar, como fomento a produção de conhecimento e a realização de pesquisas importantes para o aprimoramento do setor ao mesmo tempo em que promove o justo reconhecimento a esses estudiosos”, avalia José Cechin, superintendente executivo do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS).

Cechin afirma que, este ano, o cenário da saúde no País está “frutífero” em temas para pesquisa, com questões como a regulação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a Telemedicina e a Judicialização da Saúde ganhando relevância no noticiário nacional e atraindo a atenção não apenas de gestores e pesquisadores do setor, mas da população como um todo. “Estamos ansiosos para ver os trabalhos que serão inscritos este ano.”

Leia mais sobre: VIII Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar

Podem ser inscritos trabalhos de conclusão de curso de pós-graduação (especialização, MBA, mestrado ou doutorado) nas áreas de Economia, Direito e Promoção de Saúde, Qualidade de Vida e Gestão em Saúde. Devido ao sucesso, o espaço para exibição de pôsteres durante a cerimônia de entrega do Prêmio IESS, inaugurado em 2018, também está mantido. Nesse caso, além dos trabalhos de pós-graduação podem ser inscritos trabalhos de graduação (nível universitário).

As inscrições para o IX Prêmio IESS e para exibição de pôster são gratuitas e vão até 13 de setembro. Cada candidato pode inscrever apenas um trabalho ao prêmio, mas múltiplos pôsteres.

O primeiro e o segundo lugar de cada categoria receberão prêmios de R$ 10 mil e R$ 5 mil, respectivamente, além de certificados que serão entregues em dezembro, durante a cerimônia de premiação, em São Paulo. Não há premiação financeira para os pôsteres.

G.R
Revista Apólice

Deixe uma resposta