O presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo, acompanhado do 1º vice-presidente, Boris Ber, se reuniram com a superintendente da Susep, Solange Paiva Vieira, para tratar de temas que preocupam os corretores de seguros e o setor.

Na ocasião, os executivos falaram sobre a atuação irregular de associações e cooperativas que comercializam proteção veicular como seguro, as novas regras de distribuição do seguro fiança locatícia, que exigem informações de percentual e valor de comissão da corretagem, a baixa adesão do seguro auto popular, entre outras situações.

Leia mais: Tecnologia de gestão é apresentada em reunião do Sincor-SP

Para Camillo, o diálogo entre a categoria e a autarquia é fundamental para o desenvolvimento saudável do mercado de seguros. “Esse encontro foi bastante proveitoso para mostrar as principais aflições da categoria, que espera um acompanhamento rigoroso da Susep”, afirma o presidente da entidade.

Na ocasião, os dirigentes da associação também apresentaram os serviços prestados pela CâmaraSIN, uma câmara de mediação e conciliação especializada em seguros, que atua na resolução de conflitos. “Colocamos à disposição da Susep toda a estrutura da CâmaraSIN. Naturalmente, por ter sido criada por nós, a Câmara é voltada principalmente para conflitos que envolvem seguros, mas temos especialistas nas mais diversas áreas para ajudar a população a resolver problemas de maneira conciliadora, sem precisar recorrer à justiça comum”, explica Camillo.

Foram apresentadas ainda as comissões técnicas da entidade, que podem auxiliar o órgão no encaminhamento de pautas importantes sobre as mais diversas modalidades de seguros – inclusive, já está sendo agendada uma reunião com a comissão de Crédito, Garantia e Fiança – e formalizado um convite para Solange Vieira participar de grandes eventos do sindicato, como o Conec.

Também participaram da reunião o diretor da Susep, Rafael Pereira Scherre, e o diretor de Organização do Sistema de Seguros Privados, Bruno Dias.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta