De acordo com dados divulgados pela FenaCap, as reservas técnicas de capitalização – valores acumulados pelos clientes com títulos ativos – atingiram R$ 30,1 bilhões, registrando um crescimento de 2,9% em comparação aos primeiros cinco meses do ano passado.

A receita global do setor avançou 11,7% no mesmo período, atingindo R$ 9,5 bilhões. As 16 empresas que integram a entidade distribuíram R$ 496 milhões em prêmios de sorteios, um aumento de 3,1%. Ainda em comparação ao mesmo período de 2018, os resgates realizados antecipadamente, ou ao fim do prazo do contrato de capitalização, apresentaram crescimento de 2,9%, alcançando o montante de R$ 7,3 bilhões.

Leia mais: Títulos de capitalização: mais de 400 novos produtos no mercado

(FOTO: Divulgação) FenaCap
(FOTO: Divulgação) Marcelo Farinha

Com a entrada em vigor do marco regulatório da capitalização, em abril, as empresas do setor reformularam seus portfólios para atender às novas regras, adaptando produtos já existentes e criando novos, especialmente dentro das modalidades recém-criadas de filantropia premiável e instrumento de garantia, que elevaram para seis o número de modalidades de títulos de capitalização existentes. “As novas regras criaram um ambiente de negócios mais favorável, trazendo segurança jurídica e criando condições para a expansão do mercado e o lançamento de produtos cada vez mais aderentes às necessidades dos consumidores”, afirma Marcelo Farinha, presidente da entidade.

 

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta