O InsureTech Connect 2019 (ITC), evento de tecnologia em seguros, com o Insurance Information Institute (III), se uniram para desenvolver o chamado “Resiliency Innovation Challenge”, uma competição destinada a startups inovadoras e resilientes, trabalhando em soluções para as preocupações cada vez mais urgentes que emergem os desastres naturais.

É uma questão que ocupa e preocupa ao mercado global de seguros e resseguros, devido ao seu alto impacto social e econômico. Os desastres naturais ocorrem com mais frequência e causam mais danos do que nunca. Dos últimos 40 anos, 2018 foi o quarto ano mais caro em perdas seguradas, superior a 80.000 milhões de dólares. Foi um dos 10 anos mais caros da história, ao lado de 2017, que foi mais um ano recorde em perdas seguradas, chegando nos 90 bilhões de dólares.

Leia mais: Insuretechs levam o mercado de seguros brasileiro a Las Vegas

Desta forma, a perda média – ajustada pela inflação – nesta década foi 660% maior do que em 1980. “Apesar do crescente risco, muitas famílias e comunidades estão mal preparadas para os desastres de hoje e muito menos para os de amanhã”, coincidem desde o ITC e o III, que levou à necessidade de promover as plataformas inovadoras nesse sentido.

O prazo limite de inscrição é o 26 de julho. A competição é aberta a empresas com menos de cinco anos e menos de 100 funcionários. Durante o mês de agosto os semifinalistas serão anunciados, depois o público votará e os finalistas serão conhecidos.

O encerramento deste desafio será realizado no evento, do 23 ao 25 de setembro no MGM Grand em Las Vegas, onde três finalistas serão apresentados perante um júri ao vivo. O vencedor será a empresa que demonstrar ter desenvolvido a solução de resiliência mais inovadora e prática no assunto.

Mais informações no site.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta