Entre os dias 23 e 25 de setembro, Las Vegas (EUA) irá receber mais uma edição do InsureTech Connect (ITC). Para esta edição, são esperados mais de 7000 congressistas de 60 países, sendo 600 CEO’s da indústria do seguro. Serão três plenárias e 60 painéis diferentes, com participação de 275 palestrantes.

Dentro deste universo, alguns nomes chamam a atenção. Um deles é Kathleen Reardon,
CEO da Hamilton RE, uma resseguradora de acidentes de property casualty, que pertence ao Hamilton Insurance Group, conglomerado com mais de US$ 1,8 bilhão em patrimônio líquido.

Outra palestra que acontecerá no evento é a de Joan Lamm-Tennant, CEO e fundador da Blue Marble Microinsurance, uma startup que fornece proteção de seguro socialmente impactante e comercialmente viável para pessoas carentes.

Leia mais: InsureTech Connect apresenta concurso para startups

Guillaume Borie, CEO da AXA Next & chief Innovation Officer da AXA, também participará do evento. O executivo lidera a AXA Next, um braço da companhia, dedicada à construção de novos serviços e modelos de negócios além do seguro.

O evento, criado em 2016 por Jay Weintraub e Caribou Honig, conta ainda com uma feira com mais de 200 expositores nos mais diversos segmentos da indústria de seguros.

Parceiro oficial do ITC no Brasil, o CQCS oferece um pacote para que os executivos do Brasil possam aproveitar a conferência. Uma delas é o desconto especial de US$ 500 no valor da inscrição, através do link.

O CQCS ITC Experience oferece ainda visitas guiadas à feira, wrap up diário, tradução simultânea para o português e um exclusivo serviço de curadoria – que ajuda os integrantes do programa a escolherem as palestras mais adequadas, de acordo com os interesses e objetivos.

Outra vantagem é participar da pré-conferência que será realizada no MGM Grand Hotel, no dia 23 de setembro, em conjunto com os organizadores oficiais do evento. O objetivo da iniciativa é dar foco aos temas e oportunidades que interessam aos palestrantes, investidores e participantes do Brasil.

Tudo isso sem falar no networking que é desenvolvido durante o evento, não apenas com os executivos estrangeiros, mas principalmente com a delegação brasileira que vai ao congresso. Formada por pessoas que pensam da mesma forma, as reuniões diárias e o convívio durante a viagem ajudam a formar possibilidades de negócios. Para saber mais sobre o evento, acesse o site.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta