Quem hoje em dia não depende do smartphone? Há 30 anos, era apenas um telefone para fazer ligações, mas hoje está tudo ali: acesso ao e-mail, contas bancárias, contatos e por aí vai. O risco de se tornar alvo de um crime cibernético já é alto e aumenta a cada dia, junto ao uso da internet e compartilhamento de dados.

Um novo tipo de golpe utiliza a clonagem de chips de smartphone e mensagens no WhatsApp para extorquir usuários. Agora, os bandidos não precisam nem mais roubar o aparelho. Eles conseguem sequestrar a linha, desativar o chip original e assumir a identidade da vítima, abrindo as portas para qualquer e todo tipo de fraude. Para se ter uma ideia dados da Célula de Inteligência Cibernética da Polícia Civil, mostra que, em um período de 3 meses, mais de 5 mil pessoas foram afetadas em todo o Brasil.

Confira dicas de medidas simples que podem evitar grandes transtornos:

Assim que perceber algo estranho com sua linha telefônica, como o sinal cortado ou mensagens estranhas referentes a sua conta bancária, é preciso avisar a instituição financeira imediatamente e alterar a senha de acesso ao sistema;

É indicado alterar todas as senhas de acesso aos aplicativos, e-mail e até de segurança do celular, sem exceção. O usuário deve se dirigir a uma loja da operadora, comunicar as suspeitas e pedir para trocar o chip, imediatamente;

Caso a suspeita seja comprovada, é indicado que a vítima registre um Boletim de Ocorrência com o máximo de dados possível para que as autoridades tenham mais chances de resolver o crime.

Leia mais sobre: Kakau Seguros lança produto para smartphones

Estar atento a essas dicas é muito importante, mas o fato é que hoje em dia não basta saber o que fazer se um crime cibernético afetar você, mas saber antes de mais nada como detectar e impedir que ele aconteça.

Neste cenário, existem empresas que oferecem serviços completos de proteção dos dados celulares. A Kakau Seguros oferece  proteção para o aparelho e para os dados do segurado através da parceria com a Affinion, o Protege Web. “Cada vez mais é preciso se proteger de forma efetiva. Por meio da ferramenta monitoramos os dados pessoais do segurado e emitimos alertas caso seja detectada alguma inconsistência ou risco na internet. A solução é completa e também oferece suporte integral para solucionar o problema caso seja necessário”, relata Henrique Volpi, CEO da Kakau.co.

Soluções de proteção de dados devem se tornar tão comuns quanto um seguro de carro. De acordo com pesquisa realizada pela Affinion, a preocupação e o nível de conscientização das pessoas em relação aos crimes cibernéticos já superam as outras formas de crimes, assaltos e furtos.

“A pesquisa mostrou que 61% dos consumidores se mostram realmente amedrontados com esse tipo de crime, que só cresce. O maior nível de preocupação é encontrado no Brasil, com 87% e 75% nos EUA”, conta o diretor da Affinion, Alexandre Primo.

O estudo mostra que as pessoas diretamente afetadas nem sempre sabem a quem recorrer. “Há uma falta de compreensão sobre como manter-se seguro contra as ameaças: os usuários não confiam na sua capacidade de impedir os crimes cibernéticos, detectar se eles correm algum risco, ou remediar as consequências caso sejam vítima de um crime, o que reforça ainda mais, a importância de se contratar um serviço de proteção eficiente e seguro”, completa o diretor.

G.R 
Revista Apólice

Deixe uma resposta