A seguradora Prudential do Brasil implanta uma solução de automação operacional. É a robô Angel, nova funcionária digital da seguradora, que atua na diretoria de Operações, sendo responsável por tarefas operacionais que envolvem o processo de emissão do seguro de vida individual.

Entre os principais benefícios da Angel estão a possibilidade do trabalho ininterrupto, a redução de erros e aumento da produtividade da equipe. “Toda a equipe ganha com a chegada da Angel. Como ela realizará atividades administrativas, a área poderá ter um tempo maior para inovar, pesquisar e propor melhorias que contribuam para o crescimento constante da companhia como um todo”, destaca o gerente de Excelência em Projetos e Processos da seguradora, Fagner Paixão.

Leia mais sobre: Prudential do Brasil estreia primeira campanha publicitária

A robô foi criada a partir da tecnologia RPA (Robotic Process Automation) – sistema que movimentou US$ 271 milhões em 2016, com expectativa de crescimento para US$ 1,2 bilhão em 2021, segundo levantamento da HFS Research. “A tecnologia possui maior flexibilidade e capacidade de adaptação a diversos tipos de processos, de maneira automática e sem a necessidade de intervenção humana”, explica Paixão.

Um estudo da consultoria americana Gartner, especializada em tecnologia, estima que, até o final de 2022, 85% das grandes organizações terão implantado alguma forma de RPA. “Escolhemos essa tecnologia justamente porque ela é muito indicada para realizar tarefas repetitivas e operacionais. Angel terá muito trabalho pela frente e, sem dúvida, vai incrementar ainda mais a eficiência das nossas operações”, finaliza o gerente.

G.R
Revista Apólice

Deixe uma resposta