A comissão de Transportes do Sincor-SP, formada por corretores de seguros especialistas no ramo, recebeu como convidado em sua reunião no último mês Cleber de Castro, diretor do Grupo Vista, responsável pelo sistema Cargo Viewer, que automatiza a gestão operacional através de inteligência de software e permite que as empresas contratantes de seguros de transportes não precisem contratar os serviços tradicionais de gerenciadoras de riscos.

Denominado PGI (Plano de Gestão Inteligente), o sistema oferece aos segurados (embarcadores e transportadores), automação de software na gestão operacional, utilizando sua inteligência em conjunto com sistemas integrados. A inovação já é utilizada junto a companhias seguradoras que contribuíram para o desenvolvimento e validaram todo o processo. O sistema vem ganhando cada vez mais adeptos desde 2018 e já é um marco de inovação na forma de gestão operacional, proporcionando resultados satisfatórios. Hoje, a carteira de clientes que utiliza o sistema apresenta índice de sinistralidade de 0,011%, considerado baixo para o segmento.

Leia mais: Solução para gestão de recursos possibilita economia para seguradora

Castro defendeu que a expertise e consultoria dos corretores de seguros são importantes para contribuir com a tomada de decisão dos segurados. “Os corretores de seguros são formadores de opinião e devem conhecer as novas soluções do mercado para orientar o seu cliente na melhor escolha. O gerenciamento de riscos que conhecemos tem um formato que pouco mudou nos últimos 20 anos. Utilizar automação de softwares é uma forma de obter melhores resultados, com menos custos”, afirma.

O coordenador da comissão, Thiago Fecher, avaliou o sistema como inovador e no caminho da dinâmica que a logística precisa. “Quanto mais inovações neste setor, mais podemos reduzir custos de todos os lados, impostos, despesas da produção e, principalmente o seguro. Todo sistema deve passar por um período de maturação, principalmente para ganhar a confiança dos personagens do mercado como os corretores, seguradoras, fornecedores de tecnologia e, principalmente, os segurados”. Para o corretor de seguros, depender da infraestrutura de telefonia celular é um desafio a ser superado pelos fornecedores de tecnologia, entretanto, o Cargo Viewer já oferece integrações com sistemas satelitais para suprir uma eventual necessidade em percursos mais longos. “Sabemos que nossa infraestrutura de comunicação celular do país não é das melhores, com muitos pontos de falta de sinal e rede deficiente, mas não podemos deixar de avançar pois se a demanda cresce a infraestrutura tem que acompanhar”, ressalta.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta