A crise econômica e as discussões em torno da reforma da previdência estão fazendo com que os brasileiros se preocupem mais com o seu dinheiro e com o futuro. Com o objetivo de desburocratizar e facilitar o acesso a investimentos, a Ciclic lança uma nova ferramenta: a contratação de seu plano de previdência privada via cartão de crédito.

A aplicação na previdência privada é feita de forma 100% online, sem nenhuma burocracia ou etapa presencial, sem custos adicionais, uma inovação no mercado trazida pela startup, que tem como acionistas a BB Seguros e o Principal Finance Group.

Leia mais sobre: Ciclic lança seguro viagem

A organização é a primeira empresa atuante no mercado financeiro a ofertar aplicações por meio do cartão de crédito. O débito do valor investido será lançado na fatura, mensalmente, sempre no mesmo dia da contratação do plano e os clientes poderão utilizar as principais bandeiras de cartão do mercado: Mastercard, Visa, Elo, Amex, Hipercard e JCB. Além do cartão de crédito, o cliente continuará com a opção de aplicação via boleto bancário.

Brasileiro está mais atento ao futuro

Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que 85% dos entrevistados conversam em casa sobre orçamento. A metade deles, 51%, fala do assunto com frequência. O total cresceu sete pontos percentuais em relação a 2018.

Esse cenário evidencia que, além de uma preocupação com o seu dinheiro, o brasileiro também vem buscando no mercado novas formas de garantir um futuro mais saudável financeiramente. Nos últimos seis meses, a startup registrou um aumento médio de 150% na procura pelo investimento online em previdência privada.

Uma das vantagens da nova modalidade de aplicação será a possibilidade do usuário utilizar em seu programa de fidelidade os pontos acumulados com as transações. Com esta nova facilidade, segundo Raphael Swierczynski, CEO da companhia. Para o executivo, a empresa nasceu pensada para um mundo digital, sem burocratização: em cinco minutos, o cliente simula e contrata o plano.

“Não apostamos em oferecer produtos de prateleira aos clientes, pois o nosso foco é superar as suas expectativas. Queremos e vamos entregar o que o usuário precisa e, muitas vezes, não encontra hoje no mercado”, afirma.

G.R
Revista Apólice

Deixe uma resposta