Duas novidades chegam ao mercado para contribuir com a política de aceitação e regulação de sinistro das seguradoras: Parecer Técnico Comercial de veículos baseado em IA e o aplicativo InfoVist (autovistoria).

A Infocar sempre teve foco em pesquisas voltadas para o mercado de seguros, como o Decodificador de Chassis, a Base de Veículos Ofertados em Leilão e a Pesquisa de Débitos e Restrições Veiculares. Agora, a pesquisa Parecer Técnico Comercial baseada em IA já está disponível para as empresas e traz uma nova aplicabilidade: informações que rastreiam a vida pregressa do veículo. Usando técnicas de mineração de dados e Machine Learning, o Parecer reflete os riscos comerciais do veículo no momento da consulta. Com ele, é possível prever fraudes e as desvalorizações por conta do histórico e pelas características do veículo.

A pesquisa devolve o grau de risco para o veículo contemplando as informações de automóveis ofertados em leilão e diversas outras informações restritivas, como histórico de vistoria negada, vinculação com loja de automóveis batidos, possíveis sinistros e quaisquer outros dados internos relevantes. Com estas informações aliadas à Inteligência Artificial, é estabelecida uma régua de risco, com índices que variam de mínimo a máximo.

Lançada em dezembro, esta inova- dora ferramenta tornou-se rapidamente importante para avaliação e aceitação de risco das seguradoras. Tanto para o mo- mento do cálculo quanto o da aceitação.

“O objetivo, dependendo do grau de risco do veículo, pode levar a companhia a recusar o seguro ou mesmo solicitar uma vistoria física do veículo”, exemplifica Daniel Figueiredo, diretor Corporativo da Infocar, acrescentando que ela já integra e auxilia bancos, seguradoras, consórcios, financeiras e redes de vistoria.

Autovistoria

Para o segundo semestre, a Infocar trará ao mercado um aplicativo para autovistoria, que servirá tanto para vistoria prévia quanto para regulação de sinistros. O Infovist é um produto White Label, que pode ser customizado com a “cara” da seguradora.

A ideia é que, quando uma seguradora aceitar um novo segurado ela pode optar e oferecer ao consumidor a possibilidade da autovistoria, que é menos custosa para a companhia e traz menos incômodo para o cliente, além da rapidez e economia no trânsito das informações “A seguradora não precisa criar um aplicativo próprio, o que demanda grande investimento e tempo de execução”, alerta Figueiredo.

A intenção da empresa é que a segu- radora, ao aceitar uma proposta, ao invés de mandar o cliente para a loja física, envie ao cliente um token (Código SMS) que dá acesso à autovistoria via web. Quando o cliente procede com a captação das fotografias e clica em “salvar”, o resultado da vistoria é imediatamente analisado pela IA, que envia os dados analisados diretamente para a segura- dora. “O aplicativo reduz a quantidade e os custos das vistorias físicas, reduzindo a burocracia e o tempo para o cliente final”, pontua Figueiredo.

O Infovist é personalizável (módulo, cores e interface) e não requer instalação por parte do cliente, pois funciona em qualquer celular (Android ou IOS). Ele realiza a leitura automática da placa e preenche todos os dados complementares do veículo. Os ângulos e a quantidade de fotos são customizáveis, conforme a necessidade de cada seguradora. O app possui geolocalização para confirmação do local da autovistoria, dupla leitura de OCR que lê as placas frontais e traseiras, travando inclusive a realização do processo em caso de inversão das fotos, pois o app sabe identificar quando a foto é da dianteira ou da traseira do veículo, o que permite maior confiabilidade na execução. A utilização por parte do cliente é simples, intuitiva e amigável. O grande diferencial é poder escolher os módulos adicionais exclusivos da Infocar, tais como incluir o Parecer Técnico Comercial baseado em IA na autovistoria, validação automatizada de CRLV, valor FIPE e estimativa de valor real do veículo, módulo de restrições online, dentre outras possibilidades. Isto faz com que a seguradora tenha um processo rápido e simples para o cliente, porém robusto e eficaz para seu processo de aceitação do veículo.

Kelly Lubiato
Revista Apólice

Deixe uma resposta