O potencial de emissão de certificados digitais no Estado de São Paulo é de 482.610 unidades, considerando apenas os municípios com mais de 30 mil habitantes. A partir deste número, o setor de certificação digital do Sincor-SP – a ID Seguro – criou um projeto para abordar os corretores de forma faseada e segmentada por região, para apresentar em mais detalhes como podem incrementar a sua receita com a emissão dos documentos.

O projeto de expansão da rede de atendimento será realizado em três fases, com início nos municípios que ainda não contam com uma representação e atingindo até os que contêm duas representações, pois há potencial de clientes e, no total, estima-se alcançar a abertura de 351 novos pontos de atendimento.

O principal objetivo deste projeto, que terá início neste mês, é identificar corretores de seguros interessados em se tornar um ponto de atendimento – chamado de Autoridade de Registro – para realizarem em média 200 certificados por mês, de forma a proporcionar um faturamento bruto de R$ 17.000,00 mensal, oriundos das comissões de emissão.

Em conjunto a este projeto, as ações com os atuais 240 pontos de emissão, basicamente na sede de corretoras de seguros e em suas filiais já devidamente credenciadas na rede, continuam acontecendo.

No dia 16 de abril, foram debatidos temas de grande importância para as Autoridades de Registro. O gerente de Certificação Digital da ID Seguro, José Nagano, falou sobre remuneração financeira, a apresentação de um plano de incentivo 2019, o desenvolvimento de um novo programa de bonificação e a otimização do processo de pagamento de comissão.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta