Pela quarta vez consecutiva, a GTA – Global Travel Assistance forneceu apoio para a missão humanitária Brasil-Benin, concedendo seguro viagem para os 24 profissionais participantes da edição 2019. A missão foi dividida em duas etapas. A primeira, realizada em fevereiro deste ano, levou 13 profissionais para o destino, concluindo cerca de 70 cirurgias e mais de 150 atendimentos. A segunda, ocorrida no mês de maio, contou com a participação de 11 voluntários.

A iniciativa, que já está em seu nono ano, conta com equipe formada por cirurgiões, anestesistas, instrumentadores, dentistas, enfermeiros, técnicos em enfermagem, organizadores/cuidadores e intérpretes. O objetivo é realizar cirurgias de cabeça e pescoço em cidadãos carentes, que não contam com acesso a clínicas e hospitais no Benin, país situado na África ocidental.

“Há um ano, fizemos uma cirurgia importante no Philipe, que pesava apenas 39kg. Este ano, o paciente veio do Togo nos visitar e já está muito saudável, com 20 kg a mais. Como não se emocionar com tanto agradecimento?”, relata o Dr. Rodrigo Oliveira Santo, cirurgião de cabeça e pescoço, um dos voluntários da missão.

Historicamente, a Missão Brasil-Benin vem sendo realizada de forma independente. A primeira viagem ocorreu em 2011 a convite das irmãs do hospital Santa Marcelina, de Itaquera (SP). Na ocasião, 17 profissionais da área de saúde chegaram ao Hospital La Croix, pertencente à Congregação dos Camilianos, na vila de Zinviè, sem nenhuma certeza do que encontrariam pela frente.

“Nada é mais prazeroso do que saber que, de fato, estamos fazendo a diferença na vida de quem precisa, seja no Brasil ou em qualquer parte do mundo. Ficamos orgulhosos em colaborar com um projeto que tem como foco melhorar a saúde de pessoas tão necessitadas”, destaca o diretor comercial da GTA, Gelson Popazoglo.

K.L.
Revista Apólice

Deixe uma resposta