Recebidos pelo mentor Evaldir Barboza de Paula e diretoria do CCS-SP, executivos da Allianz Seguros apresentaram ações para simplificar e agilizar o processo de vendas dos corretores de seguros.

Eduardo Grillo, diretor executivo Comercial, e David Beatham, diretor de Massificados e Vida, juntamente com Soraia Silva, diretora Regional São Paulo Capital, comentaram o propósito da empresa de estreitar o relacionamento com os corretores de seguros. “A empresa empregou inovações em seu modelo de negócios com, principalmente, simplificação de processos e novos produtos, para que possa ganhar mais mercado e atender melhor os segurados”, relatou.

De acordo com o diretor executivo Comercial, a companhia, no período de 2018, também investiu na ampliação de sua rede comercial, com a contratação de 60 colaboradores, dos quais quinze foram alocados nas filiais da capital paulista. A empresa ainda está contratando mais 22 profissionais e oito trabalharão na cidade de São Paulo. Outra iniciativa será reabrir o cadastramento de corretores. “Com o aumento da nossa equipe, agora temos capacidade para atender 1,5 mil novos corretores”, afirmou.

Grillo destacou a disposição da seguradora em colaborar com os corretores na gestão de suas carteiras. Uma pesquisa recente realizada pela seguradora mostrou que a maioria dos corretores tem apenas 1,5 apólice por cliente. “É mais barato tratar um cliente dentro da carteira do que buscar um lead fora”, explicou.

Novos produtos

O diretor David Beatham apresentou os novos produtos empresarial e condomínio. Segundo o executivo, a seguradora unificou os produtos no segmento empresarial e padronizou os processos de contratação. “Agora, os três produtos têm as mesmas regras de subscrição, precificação e franquias para todos os riscos, de pequenos a grandes”, disse.

Beatham destacou que o segmento empresarial da companhia possui muitos diferenciais competitivos, a começar pelas coberturas. Segundo ele, as 44 coberturas dos antigos produtos, número muito próximo do que o mercado ainda pratica, que atrasavam o processo de cotação e até confundiam os corretores e segurados, agora estão agrupadas em 11 coberturas.

“Trata-se de um conceito de coberturas amplas, que agrega mais garantias, mas sem aumentar o preço”, afirmou. É ainda possível personalizar a oferta aos clientes, incluindo ou excluindo coberturas, como também estipular os limites de cada, sendo que para seis delas há valores mínimos, sem impactos nos prêmios. “Essa é uma forma de garantir que o segurado estará, de fato, coberto na hora de um sinistro, com indenizações compatíveis para se restabelecer de seus prejuízos”, lembrou o diretor.

G.R
Revista Apólice

Deixe uma resposta