Sudeste – A Sompo Seguros promoveu o Workshop Gerenciamento de Riscos P&C, realizado nos dias 5, 8 e 9 de abril em sua sede na Capital Paulista. Organizado pela área de Gerenciamento de Riscos P&C da companhia, o evento teve como objetivo apresentar e levar a debate temas relacionados ao gerenciamento de riscos e prevenção de sinistros nas carteiras relacionadas a essa área, a exemplo dos ramos Residencial, Condomínio, Empresarial e Grandes Riscos, entre outros. “Essa foi uma ótima oportunidade para avaliar novas tecnologias, compartilhar e difundir as melhores práticas em engenharia e gerenciamento, bem como ampliar e qualificar profissionais envolvidos no processo de inspeção e análise de riscos”, considera Cesar Yukio Nagasse, gerente da área de Gerenciamento de Riscos P&C.

O evento contou com cerca de 150 participantes, entre subscritores, inspetores e analistas de sinistros, que tiveram a oportunidade de passar por um treinamento com a equipe de da área sobre análise de riscos, o novo modelo de relatório de inspeção e o book de recomendações da seguradora, ministrado pelo engenheiro de riscos da área, Jairo Benedito Cardoso.

A termografia infravermelha na prevenção de interrupções e sinistros, sistemas de água para combate a incêndio, correlação entre problemas de iluminação e explosão de pó, riscos em áreas classificadas e protecionais e redes elétricas e seus riscos foram alguns dos temas tratados durante o workshop. “Além de unificar conceitos e critérios de análise de riscos com foco na subscrição, o evento também foi uma oportunidade muito significativa de troca de experiências entre todos os profissionais participantes”, acrescenta Nagasse.

“Trabalhamos para nos antecipar às tendências e incorporar os recursos mais eficazes que garantam a eficiência da operação. Também trabalhamos para que a alta capacidade técnica de nossa equipe seja percebida como um diferencial pelo segurado, por conta da qualidade do serviço prestado”, avalia João Carlos França de Mendonça, diretor técnico de P&C da seguradora. “O trabalho minucioso de nossa equipe pode apontar questões que, corrigidas, não apenas vão melhorar o risco para a companhia, mas também contribuir para evitar que ocorra um sinistro que poderia colocar o patrimônio e a vida do segurado em risco”, conclui o executivo.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta