O absenteísmo, perda temporária da possibilidade ou da capacidade de trabalho, que resulta na ausência física do trabalhador na empresa, é provocado por diferentes problemas de saúde e um deles, muito frequente, está relacionado às doenças odontológicas. Segundo a ANS, cerca de 24 milhões de pessoas possuem planos odontológicos, ou seja, apenas 12% da população brasileira.

O Instituto de Previdência e Assistência Odontológica (INPAO Dental) computa que as maiores causas de absenteísmo nas empresas clientes são os problemas endodônticos (dores e abcessos) e intercorrências pós-cirúrgicas, principalmente em casos de exodontias de terceiros molares, também conhecida como extração dos ‘dentes do juízo’. Ainda de acordo com a base de dados da companhia, os dois tratamentos mais procurados pelos colaboradores das empresas são tartarotomia (remoção do tártaro) e restauração de resina.

A operadora realiza palestras in company para a conscientização e divulgação permanente dos cuidados com a saúde bucal. “A palestra é tailor made, ou seja, personalizada de acordo com a realidade de cada empresa e com uma linguagem adequada aos colaboradores”, ressalta o diretor de Operações da empresa, José Henrique de Oliveira.

Diferentes temas podem ser abordados durante as apresentações, entre eles estão ‘como o fumo prejudica a saúde da boca’, ‘diabetes e complicações bucais’, ‘câncer de boca’, ‘a importância da higiene bucal para a saúde do coração’ e ‘como a prevenção de doenças bucais pode contribuir para a saúde da gestante e do bebê’.

“O tratamento preventivo diminui as faltas em relação a tratamentos curativos, o que resulta no bem-estar do colaborador e redução de custos para a empresa. Evitar a dor custa bem menos do que curar a dor”, conclui Oliveira.

N.F.
Revista Apólice

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta