O sistema Abramge/Sinamge/Sinog realizará o workshop “Impacto da Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD – no Mercado de Saúde Suplementar”, com a participação de advogados especialistas em tecnologia e saúde do escritório Pinheiro Neto. O evento, exclusivo para associadas do sistema, ocorrerá no próximo dia 9, a partir das 8h30, na sede da instituição.

Na ocasião, os participantes terão a oportunidade de entender melhor as transformações causadas pela Lei nas operadoras de planos médico-hospitalares e odontológicas. De acordo com Simone Parré, gerente jurídica do Sistema, o objetivo do workshop é inserir o tema no cotidiano das operadoras. “É fundamental trazer esclarecimentos quanto à necessidade de adequação à LGPD, visto que as operadoras são as que mais lidam com dados sensíveis, e as multas por descumprimento podem chegar a R$ 50 milhões”, afirma.

A Lei, publicada com 65 artigos em agosto de 2018, passa a vigorar em 2020, tendo 18 meses de prazo para adequação. “No evento chamaremos atenção especialmente para os tópicos que afetam as atividades das operadoras. Haverá uma apresentação dos principais pontos e rodada de debates, a fim de trazer situações do cotidiano”, explica Simone, ressaltando que a LGPD é irreversível.

O evento é gratuito e também pode ser acompanhado nas sedes do Sistema no Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Brasília e Ribeirão Preto, por videoconferência. Mais informações pelo link.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta