Centro-Oeste – O deputado Lucas Vergilio (SD-GO), acompanhado pelo presidente da Fenacor, Armando Vergilio, foi recebido nesta quarta-feira (24), em Brasília, pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, a quem entregou um oficio solicitando a adoção urgente de “medidas enérgicas, protetivas e coercitivas” contra a atuação irregular das associações e cooperativas de proteção veicular.

No documento, o parlamentar sugere também a criação de uma Comissão Especial, no âmbito do Ministério da Justiça e Segurança Pública e demais órgãos do Poder Executivo, visando “investigar e analisar essa ação criminosa e os diversos impactos negativos e perniciosos para a sociedade e para a economia nacional”, explica Vergilio.

No encontro, o deputado e o presidente da Fenacor apresentaram ao ministro a realidade danosa para a população, que é gerada pelas associações de proteção veicular. Nesse contexto, lembraram que algumas associações têm, inclusive, estreitas ligações com milicianos e traficantes do Rio de Janeiro com os quais negociam valores para que os carros roubados sejam devolvidos mediante pagamento de “resgate”.

Essa prática ocasiona em um aumento do volume de roubos de veículos em algumas regiões desse estado, criando um novo “nicho” de atuação para o crime organizado.

Assim, conforme alerta o deputado em diversos pronunciamentos no plenário da Câmara, esse problema, que já era grave e danoso para a poupança e o patrimônio da população, ganha novos contornos.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta