Sul – Criada a partir de uma joint venture entre o Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) e a Icatu Seguros, a Rio Grande Seguros e Previdência divulgou os resultados referentes a 2018.

Enquanto o mercado de Vida cresceu 9% segundo dados da Susep, a empresa avançou mais que o dobro e encerrou o ano com um crescimento de 20% neste segmento. No Rio Grande do Sul, a área de Vida alcançou um market share de 14%. Os resultados positivos se repetem em Previdência Privada: as reservas ultrapassaram a marca de R$ 600 milhões, um aumento de 46% em relação ao ano anterior.

A companhia conquistou o 15° lugar na lista das 50 maiores seguradoras de pessoas do país, considerando o lucro líquido de 2018, em ranking feito pela consultoria independente Siscorp.

“Apresentamos um sólido crescimento duas vezes maior que o do mercado e nos consolidamos como a maior seguradora de pessoas com matriz no Estado do Rio Grande do Sul. Estamos bem preparados para 2019 e vamos aprimorar cada vez mais os nossos serviços para continuar superando as expectativas do mercado”, pontua Cesar Saut, presidente da empresa.

Apoios e Prêmios

Ao longo de 2018 a Rio Grande apoiou projetos relacionados à cultura, esporte, saúde e eventos regionais, como Feira do Livro, Festival de Inverno de Porto Alegre, Expointer, Exposol, Campanha de Doação de Órgãos da Via Vida e o Festival da Transformação, da ADVB.

“Investimos em projetos regionais reforçando iniciativas que fortalecem a identidade gaúcha de nossa empresa”, afirma Cesar Saut. Toda a atuação da empresa também foi e é valorizada através de importantes premiações. No último ano, a Rio Grande foi reconhecida como Top de Marketing 2018 no setor financeiro, pela ADVB/RS e já figura entre as 100 maiores empresas do Sul do Brasil, segundo a Revista Amanhã.

“Além de todo o resultado financeiro e operacional, queremos contribuir de forma cada vez mais relevante para a sociedade. Como indenizamos dezenas de famílias ao dia, o que significa milhares de pessoas tendo suporte nos momentos de maior fragilidade, a Rio Grande Seguradora já é um forte agente de estabilização econômica da família dos gaúchos, de todos os cantos deste nosso estado”, afirma Saut.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta