Desde o último dia 7, é possível fazer a Declaração de Imposto de Renda Ano Base 2018. A Brasilprev elaborou um guia com as principais dicas para aqueles que possuem um plano de previdência, já que é preciso ficar atento para alguns detalhes e cuidados. Atenção: o prazo se encerra em 30 de abril.

O superintendente de Produtos da empresa, Sandro Bonfim fala da principal dúvida dos participantes: onde e como lançar o PGBL e o VGBL. “Quem possui um VGBL deve informar o montante de contribuições feitas até o final do ano base na ficha de Relação de Bens e Direitos (código 97). Os rendimentos não devem ser incluídos; por isso use sempre o valor informado no Informe de Rendimentos enviado pela empresa de previdência. Já o PGBL traz um diferencial para quem declara no modelo Completo e também contribui para o INSS ou regimes próprios de previdência. Neste caso, pode deduzir as contribuições da base de cálculo do IR até o limite de 12% da renda bruta anual tributável, sendo que no momento do usufruto do benefício ou do resgate o IR incide sobre a totalidade (contribuições mais rendimentos). Este plano deve ser mencionado na ficha de Pagamentos e Doações Efetuadas (código 36)”.

Abaixo, as principais dicas para fazer a declaração:

Abaixo alguns links que também podem ajudar:

Site da Receita Federal – Para saber todos os casos de quem deve fazer declaração, clique aqui.
Perguntas e Respostas IRPF 2019 – Para acessar as respostas das dúvidas mais frequentes, clique aqui.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta