Sudeste – No primeiro almoço do CCS-RJ de 2019, a nova diretoria aproveitou para compartilhar com os associados o planejamento para este ano e, principalmente, ouvir as suas ideias e contribuições.

O presidente, Fabio Izoton, afirmou que ações de sucesso, como o almoço mensal, o café com o mercado e a Câmara de Conciliação, que busca ajudar os corretores em quaisquer discordâncias técnicas com as seguradoras, vão continuar. E também expôs novos projetos: a criação de uma Câmara de Especialistas, na qual cada um poderá auxiliar os demais associados com o seu conhecimento, é um deles.

“A questão comercial está nas raízes do Clube. Entendemos que é um dos seus deveres maiores ajudar os corretores na comercialização de seguros, portanto, vamos fazer um raio X dos associados para identificar como cada um pode contribuir nesse sentido. Nossa ideia é criar um canal em que um corretor com determinada especialidade possa dar apoio a outro que não tenha tanto domínio técnico naquela área, promovendo até mesmo oportunidades de negócios em parceria”, explicou Izoton.

Outras propostas são: a determinação de representantes regionais, para entender melhor as particularidades das demandas dos corretores de cada parte do estado; a chancela de sócio, para possibilitar a utilização da marca do CCS-RJ pelos associados que assim desejarem; e a atualização do Estatuto Social da entidade.

Após o almoço, cada sócio pôde expressar suas opiniões sobre o planejamento apresentado e acrescentar sugestões para ações futuras. O evento também marcou a entrada de três novos associados, Maurício e Mauro Monteiro e Davidson da Silva Souza. “Nosso maior desafio é conseguir atender às expectativas de todos os corretores, conciliando as ideias e colocando-as em prática”, finalizou o presidente do CCS-RJ.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta