Após dois anos de queda entre os anos de 2014 e 2016 e leve aumento entre 2016 e 2018, a produção automobilística pode continuar em ascensão neste ano. Os dados foram disponibilizados pela Anfavea e analisados no programa Panorama do Seguro.

Francisco Galiza, consultor de economia, explica que a queda de quase um milhão mostra que o setor também foi afetado pela crise econômica. “Só não foi mais expressivo por causa da exportação, porque parte dessa produção no Brasil é exportada para os países latino-americanos, como a Argentina”, afirma.

Para 2019, entretanto, estima-se que a produção chegue aos 3,1 milhões. Já o licenciamento, pontua Galiza, tenha um crescimento menor. “Tivemos 2,6 milhões de licenciamentos no ao passado. Teríamos que retornar aos 3,5 milhões. Possivelmente, isso só será possível em 2020 ou 2021”, conclui.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta