Osmar Bertacini

ATUALIZADO EM 10/01/2019, ÀS 15H19 – Corretor de seguros, professor, empreendedor, presidente da APTS e membro de muitas outras entidades do mercado, Osmar Bertacini dedicou 57 anos de sua vida aos seguros, sendo destaque principalmente pela sua atuação com ramo de Pessoas, com ênfase nos seguros de vida.

Fundador da corretora Humana Seguros, na qual atuava há mais de 28 anos, Bertacini também foi fundamental para a criação e formação de diversas associações do setor, como a União dos Corretores de Seguros (UCS), o CVG-SP, a Aconseg-SP, o CCS-SP, a Camaracor, a Escola Nacional de Seguros, a Sociedade Brasileira de Ciências do Seguro. Além disso, foi diretor do Sincor-SP e integrante da Comissão Securitária da OAB-SP.

Votos de pesar

“Tive a honra e a felicidade de trazer, pela primeira vez, este frequentador e participante assíduo das discussões do mercado, para participar de um cargo no sindicato de sua categoria. Que honra ter sido apoiado por essa figura tão marcante que, sem dúvidas, trouxe consigo uma legião de fãs”, declarou Alexandre Camillo, presidente do Sincor-SP.  “Inesquecível vê-lo chorando como criança quando vencemos as eleições. A ajuda, a emoção, a amizade que recebi do grande Osmar estão marcadas para sempre em minha história. Vá com Deus meu querido amigo. O mundo e o nosso setor não serão iguais sem você”.

Raphael de Carvalho, presidente da MetLife Brasil, expressou sinceras condolências à família de Osmar e disse que “foi com profundo pesar, que recebi a notícia do falecimento de Osmar Bertacini. Reconhecido pelo carisma, talento e entusiasmo no trabalho, ele será lembrado pela sua essencial contribuição ao desenvolvimento do setor de seguros brasileiro, ao longo dos seus mais de 55 anos dedicados ao mercado”.

Em nota, a Sompo Seguros destacou: “É com imenso pesar que recebemos a notícia do falecimento do corretor de seguros Osmar Bertacini. Com quase seis décadas dedicadas ao mercado de Seguros, Bertacini foi um profissional que contribuiu sobremaneira com o desenvolvimento do setor”.

O presidente do CSP-MG, João Paulo Moreira de Mello, relatou que o mercado perdeu uma referência. “É um ícone do mercado. É uma referência. Eu o conhecia desde que eu comecei a trabalhar com seguros de vida. Ele tinha muita ética e dedicação. Desejo que Deus conforte sua família. Ele ficará para sempre marcado na história do seguro brasileiro”.

O presidente da Aconseg-RJ, Luiz Philipe Baeta Neves, destacou que “além das inúmeras qualidades profissionais, do ponto de vista pessoal, a sua marca era a capacidade de fazer amigos e admiradores por onde passava, levando sempre uma palavra de entusiasmo pelo mercado e, principalmente, de carinho e atenção para as pessoas que o cercavam. Um verdadeiro gentleman, que vai deixar muitas saudades, mas também muito conhecimento e sabedoria”.

Armando Vergílio, presidente da Fenacor, reforçou que a partida de Bertacini é sem precedentes e imensurável para o mercado. “A perda é grande e irreparável para todos nós. Solidariedade à família e luto no setor se seguros”.

O CEO da Regula Sinistros, Daniel Bortoletto, lembrou que além de um excelente professor, Bertacini era também um grande amigo. “Meu mestre, meu amigo, pelo qual tenho admiração total. Fui aluno dele no curso de habilitação de corretor. Alguns professores me marcaram, e o Osmar foi um deles. Era uma pessoa fantástica, ele tinha um carinho pelos amigos, apoiava todos. Ele formou pessoas. Tratava as seus alunos como se fossem filhos. É uma perda gigantesca”.

Carlos Ivo Gonçalves, presidente do CVG-RJ, também lamentou o ocorrido. “Perdemos um amigo fiel e parceiro de todas as horas. Além de uma capacidade profissional reconhecida por todos que o cercavam, era um amigo generoso, de qualidades únicas, que vai deixar muitas saudades. Mas deixa também um legado exemplar de sabedoria, dedicação e generosidade para todos os profissionais que conviveram com ele e que atuam ou desejem atuar no futuro no mercado de Vida”.

A presidência e a diretoria do Sincor-RJ, comunicou com pesar, o falecimento do presidente da APTS. “Com mais de 50 anos de trabalho no mercado de seguros, Bertacini foi um profissional que contribuiu com excelência para o setor”.

A diretoria do CCS-RJ, bem como os seus associados, manifestaram o seu profundo pesar pela morte de Bertacini. “É, com certeza, uma grande perda para o mercado segurador brasileiro. Não só em âmbito profissional, mas também pessoal, pois Bertacini colecionou amizades durante a sua trajetória de sucesso no setor”, declarou o presidente do Clube, Fabio Izoton.

Maike Silva
Revista Apólice

Deixe uma resposta