Os ganhadores da 13ª edição do Prêmio Sinog de Odontologia, realizado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo, foram contemplados nessa quarta, 28, durante a cerimônia de encerramento das atividades anuais do Sistema Abramge/Sinamge/Sinog.

Na ocasião, estavam presentes todos os responsáveis pelos quatro trabalhos premiados, entre cirurgiões-dentistas, estudantes e colaboradores do segmento odontológico, além de jornalistas. Todos receberam troféus, certificados e a importância em dinheiro estabelecida para cada categoria, que variou de R$ 8 mil a R$ 10 mil.

De acordo com Geraldo Almeida Lima, presidente do Sinog, é uma satisfação para a entidade premiar esses profissionais e alunos que estão contribuindo para a melhoria do segmento. “Quero parabenizar os ganhadores, a comissão julgadora do prêmio deste ano e a Comissão Científica do Sinog e ressaltar que a cada ano que finalizamos tenho a certeza que caminhamos rumo a um crescimento mais conciso e fortalecido da odontologia suplementar”.

A primeira categoria anunciada foi a Valorização da Classe Odontológica e o ganhador foi o Dr. Joás de Araújo Teixeira, cirurgião-dentista da cidade de Recife (PE), que apresentou o trabalho Avaliação do Uso dos Softwares PRC e CDS pelo Cirurgião-dentista e de sua contribuição para o atendimento odontológico, que recebeu a importância de R$10 mil. “É muito gratificante participar de uma premiação que há anos fomenta a pesquisa e a produção de conhecimento”, comentou o profissional.

Em seguida, ainda na categoria Valorização da Classe Odontológica – estudante de Odontologia, Ana Carolina Taveira Bachur e Carolina de Souza Bonetti, discentes do último ano da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, realizaram o trabalho Além do consultório: o papel das Universidades na formação de profissionais integrativos frente à Odontologia Suplementar, que foi contemplado com o valor de R$ 8 mil. O conteúdo foi produzido sob a orientação do Prof. Dr. Ricardo Henrique Alves da Silva.

“O Prêmio SINOG trouxe-nos uma grande alegria e uma grande honra, com a premiação das nossas alunas, que são orientadas da área de Odontologia Legal da USP – Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto desde o início da graduação e, em duas semanas, serão nossas colegas de profissão, cirurgiãs-dentistas. Essa premiação reveste-se de dois pontos muito importantes. O primeiro é a expressão do Prêmio com relação à Odontologia de Grupo, campo em que a nossa especialidade – Odontologia Legal – milita de maneira muito presente, principalmente nos serviços e setores de auditoria, sendo esta premiação um expoente nacional e que valoriza diversas categorias. O segundo ponto importante, de maneira mais pessoal, é o fato de que, na edição de 2002, quando eu estava no último ano da graduação, concorri ao Prêmio Sinog e, naquele momento, não fui o contemplado. Mas, em 2018, como professor orientador tivemos a felicidade de sermos premiados. Assim, deixo em meu nome, das nossas orientadas e da nossa escola, os mais sinceros agradecimentos à instituição por investir na educação e na transferência de conhecimento, por meio da premiação”, disse o professor.

Já na categoria Aprimoramento Técnico das Operadoras de Planos Odontológicos, o premiado foi Renato Vernizzi, analista de Produtos Sênior na Unimed Saúde & Odonto, em São Paulo, com o trabalho Atenção primária à saúde bucal como meio de integração e qualificação da prestação dos serviços disponibilizados na Odontologia Suplementar. O profissional recebeu R$ 10 mil. “A iniciativa é ímpar pela contribuição com o mercado, isso ao possibilitar que profissionais que atuam com a odontologia suplementar apresentem reflexões e soluções para situações que envolvam ações empreendedoras e que fomentem a integração entre os agentes e em prol de uma coletividade. É uma honra ser agraciado com este prêmio!”, comemorou Vernizzi.

Promoção da Saúde Bucal, única categoria direcionada exclusivamente à imprensa, premiou Adailma Mendes dos Santos Vale e Paulo Emanuel Lopes Ferreira, jornalistas do O Povo (CE), que conquistaram R$ 8 mil com a reportagem Saúde que vem da boca – Prevenção ainda é desafio para a saúde bucal no Brasil. “Foi uma grata felicidade ter ganho o destaque no 13º Prêmio Sinog. Desde o primeiro momento de desenvolvimento do Especial Saúde Bucal – Saúde que Vem da Boca, no Grupo O Povo, foi nossa preocupação dar uma resposta muita clara à audiência sobre como estávamos quanto ao atendimento odontológico. Que problemas a população mais tem? Que costumes precisam ser mudados por parte dos pacientes? E o que falta à nossa assistência em odontologia, seja ela pública ou privada? Essas respostas foram buscadas com afinco, avaliando dados de instituições nacionais, como do próprio Sinog. Ter o reconhecimento depois desse trabalho foi fechar um ciclo de dedicação a um tema que consideramos de extrema importância. Vimos como cuidar da saúde bucal oferece qualidade de vida. Além disso, observamos como a autoestima das pessoas pode ser afetada por questões ligadas à dentição”, explicou a editora Adailma.

O Prêmio SINOG de Odontologia contou com 29 trabalhos inscritos e 15 finalistas, que concorreram em todas as três categorias participantes. O Prêmio foi idealizado com o objetivo de valorizar o trabalho da classe odontológica e fomentar o desenvolvimento de pesquisas no setor acadêmico e profissional.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta