(Crédito: bgr.com)

Internacional – A Mapfre assinou um acordo com a Amazon para criar um escritório virtual de seguros no mercado de comércio eletrônico. Embora a fase inicial seja levada a cabo no mercado espanhol, poderá posteriormente ser alargada aos restantes mercados internacionais em que a Mapfre está presente.

O escritório virtual da Amazon.es permitirá aos usuários da plataforma conhecer em detalhes os seguros que compõem a oferta principal da seguradora e contratá-los na Mapfre, se assim o desejarem. Naturalmente, ambas as empresas estão estudando a opção de incorporar outros serviços mais exclusivos associados a produtos comercializados na Amazon, como bicicletas, drones ou seguros para animais de estimação.

A aliança também inclui a participação da Mapfre no programa ‘Família Amazônica’ que a plataforma usa para apoiar e cuidar das famílias, onde assegurou que terá uma presença muito ativa, ajudando novos pais desde o nascimento ou adoção de seus filhos.

Uma colaboração que aproxima a Amazon do espaço físico

O plano de negócios conjunto também contempla a possibilidade de expandir para outras áreas estratégicas, como a incorporação do sistema de pagamento da Amazon Pay em mapfre.es ou a troca de programas de fidelidade de ambas as empresas, Amazon Incentives e Mapfre teCuidamos.
Por outro lado, as empresas também estão explorando a possibilidade de instalar os armários de coleta de pedidos online da Amazon, chamados de armários , em uma seleção de 3 mil escritórios da Mapfre.

O grupo segurador ressaltou que essa colaboração faz parte de sua estratégia de inovação e é um novo passo na transformação digital que a seguradora está realizando. “Queríamos aumentar a acordo para um nível estratégico, de longa distância e extensão, o que nos permitirá construir uma experiência muito personalizado com seus usuários e nossos futuros clientes que realmente agregar valor às suas vidas e, especialmente, o vidas de suas famílias “, disse o assessor territorial da Mapfre Iberia, José Manuel Inchausti.

Fonte: eleconomista.e

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta