Grandes mudanças na forma como as empresas fazem negócios geram todos os tipos de novos riscos. Os especialistas da Aon lidam com as grandes questões que as empresas precisam enfrentar e explicam como o seguro pode ajudá-las a aproveitar ao máximo esses grandes turnos.

Desde seu lançamento em setembro de 2015, o relatório Oportunidades do Mercado de Seguros Global (GIMO – Global Insurance Market Opportunities) tornou-se um importante estudo de referência para o setor de seguros. É uma fonte de informação que oferece novas perspectivas e contribui para que sua empresa tenha um entendimento completo sobre as consequências e oportunidades geradas nessa “terceira onda de inovação”.

Em 2018, a Aon adotou uma nova forma de divulgação, publicando diversos artigos da série Oportunidades do Mercado de Seguros Global ao longo do ano, ao invés de lançar um relatório único e abrangente. O objetivo da Aon é fornecer um overview dos riscos globais de forma a abranger o surgimento de novas oportunidades para o mercado de seguros e auxiliar nossos clientes a lidar com os desafios decorrentes da inovação, que vão desde a avaliação da concorrência e compreensão do que é necessário para vencer a competição até a identificação da dinâmica dos canais de distribuição.

Esta abordagem de divulgação visa aumentar a utilização do conteúdo incluindo essas ideias no mercado o quanto antes, para promover o desenvolvimento com os nossos clientes e parceiros de (re)seguros e facilitar aos leitores do GIMO a absorção da riqueza de conteúdos gerados anualmente. Os diversos artigos GIMO serão lançados alinhados aos principais eventos do setor.

O primeiro artigo da série, Blockchain: Mecânica e Mágica, escrito pelo especialista em risco e ex-CEO da Aon Soluções para Resseguros, Stephen Mildenhall, destaca algumas das “capacidades surpreendentes” do blockchain no setor de seguros e aborda os equívocos e incoerências comuns sobre o assunto.

De acordo com o artigo, enquanto comentaristas promovem frequentemente os blockchains como uma solução ineficiente para o processamento de dados e questões administrativas para a indústria de seguros, eles perdem seu verdadeiro potencial: a tecnologia blockchain permite redemocratizar os dados – provendo acesso onde e quando necessário – e reafirmar o controle do indivíduo sobre suas próprias informações.

Nesse sentido, as seguradoras estão preparadas para fornecer a infraestrutura e o modelo de receita alternativa que substituirão as redes centralizadas, ultrapassadas e inseguras por soluções de blockchain distribuídas. Segundo o estudo, este “modelo revolucionário” representa o verdadeiro potencial do blockchain para o setor de seguros.

O conteúdo também destaca que, ao operar como um banco de dados, um blockchain possui três possíveis áreas de atenção para os usuários: integridade, validade e segurança dos dados. Ao abordar cada um deles, o artigo mostra que o blockchain oferece “soluções inovadoras” nessas três áreas.

Blockchain: Mecânica e Mágica é o primeiro de uma série de artigos a serem publicados na série Oportunidades do Mercado de Seguros Global da Aon (GIMO). O próximo artigo, Desmistificando a Inteligência Artificial, estará disponível em breve.

Clique aqui para ter acesso a todos os artigos.

L.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta