Larissa Crespo Sciancalepre e Rafael Sciancalepre

A AdmSeg está planejando o futuro de seus processos. A empresa foi fundada há 25 anos pelo especialista em tecnologia Rafael Sciancalepre, que passa a compartilhar o comando da companhia com sua filha, Larissa Crespo Sciancalepre. “É a união da experiência com a oxigenação de ideias de uma jovem executiva muito bem preparada”, afirma Rafael.

Larissa tem 24 anos e estudou Biomedicina. No início de 2015, recém-formada, ingressou na Admseg para um trabalho provisório enquanto buscava atuação em sua área. Seis meses depois, percebendo potencial e tendo adquirido gosto por trabalhar na empresa do pai, ela mudou seus rumos profissionais. “A Admseg tem mais tempo de história do que eu, e vejo enorme potencial neste segmento de tecnologia aplicada ao mercado de seguros”, declara Larissa.

Logo ela realizou uma pós-graduação em Gestão Empresarial e agora cursa MBA na FGV-SP em Gestão de Projetos. Com os novos conhecimentos em tecnologia e gestão, Larissa Crespo assumiu o departamento técnico da Admseg. O fundador Rafael, apesar de ainda compartilhar a gestão, viu-se com mais tempo livre para a área comercial, que é sua principal vocação.

Os dois atuam de forma complementar no atendimento aos corretores de seguros e seguradoras. “Nossos sistemas e novas aplicações são testados e homologados junto aos seguradores parceiros para que funcionem perfeitamente antes de disponibilizarmos ao mercado. Portando, as áreas técnicas da Admseg e das seguradoras precisam conversar constantemente, bem como com os corretores”, explica Larissa.

Depois que Rafael atua no relacionamento para a conquista do cliente, Larissa assume a parte técnica. “Coordeno a área técnica, trazendo as necessidades dos clientes para a linguagem dos programadores, que são a nossa fábrica de sistemas, e também orientando a equipe de qualidade para o acompanhamento”, conta a jovem gestora.

“A Admseg vai agregar novas tecnologias para contribuir com o crescimento das corretoras, e também se desenvolver em conjunto. Participar da gestão é um desafio muito grande, mas com o conhecimento que venho adquirindo, seja por meio dos cursos ou pela vivência do meu pai, certamente teremos bons resultados. Uma cabeça nova agrega à empresa, traz novas ideias. Todo o mercado de seguros tem falado de evolução, do futuro do corretor e das novas tecnologias. Vamos continuar prontos para ajudar este mercado a revolucionar seus processos”, finaliza Larissa.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta