A Chubb está oferecendo seguros por afinidade para seus parceiros com apoio de ferramentas digitais que constituem novidade no mercado. As inovações agregam outras formas de contato com o público-alvo em ambiente 100% digital e diferentes meios de oferecer soluções personalizadas. Esses novos sistemas de venda estão sendo praticados em parceria com corretores de seguros, startups, insurtechs e organizações de vários ramos da economia que optaram em agregar a oferta de seguros em suas operações.

Uma das novidades é o chatbot, sistema em que o parceiro contata o internauta a partir de uma tecnologia de inteligência artificial. Logo no início do contato, a ferramenta interage com o interlocutor, permitindo uma oferta de seguro em conformidade com o perfil da pessoa contatada. Na sequência, a venda é concluída em ambiente 100% digital. “O fato dessa via digital ser rápida em realizar a venda de forma personalizada eleva de forma expressiva a possibilidade de fechamento de negócio”, afirma Paulo Pereira, vice-presidente de Multilines da Chubb. De acordo com o executivo, o oferecimento de produtos da Chubb via chatbot inclui opções como acidentes pessoais, diárias em caso de internação hospitalar, proteção para bens pessoais e vários outras.

Pereira ressalta que a decisão por adotar o chatbot também se deve ao fato de que a tecnologia viabiliza a interação do público com a companhia por meio de troca de mensagens com base em qualquer plataforma, incluindo o Whatsapp. Conforme o executivo, esse aspecto ganha muita relevância ao se considerar que, no Brasil, existem 154 milhões de usuários de celulares e que a grande maioria dos internautas do País utiliza o Whatsapp.

Outro sistema da Chubb para ofertar seguros na área de afinidades inclui aplicativos de parceiros dotados com geolocalizador, em ambiente 100% digital. Por meio dessa tecnologia, os produtos são apresentados de modo igualmente personalizado, mas de acordo com o local onde a pessoa contatada frequenta. “Cada área geográfica apresenta uma oportunidade específica”, conta Pereira.

Segundo ele, a ferramenta pode considerar, por exemplo, o fato do consumidor frequentar uma área segura ou de alto risco, considerando diferentes ruas, avenidas, bairros e cidades. Com base nessa tecnologia, a Chubb, em conjunto com o parceiro, está ofertando soluções como coberturas para acidentes pessoais e seguros para bens que uma pessoa pode levar consigo, de um lugar para outro, além de outras proteções.

Conforme Cláudio Oliveira, diretor comercial da Chubb, a companhia pode hoje prover para os parceiros a capacidade de comercializar seguros de várias maneiras, com base em instrumentos que evidenciam a grande evolução tecnológica que ocorreu nos últimos anos. O processo de compra, segundo ele, pode começar por mensagens enviadas via sms, chatbot, telemarketing, aplicativos, redes sociais e outros meios. Além disso, o contato pode ser estimulado de diferentes maneiras durante a navegação do internauta no site do parceiro ou de terceiros. “A finalização da compra, por outro lado, pode ocorrer na própria loja virtual do cliente, por ligação pessoal ou chatbot”, complementa.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta