Ricardo Caner

A Regula Sinistros, além de tirar os corretores de seguros dos burocráticos serviços de atendimento a sinistro, dá um novo significado a esse processo. Ricardo Caner, da Caner Corretora de Seguros, em 2017 assumiu a conta de uma importante rede de lanchonetes com mais de 50 unidades em todo o Brasil e que, em um ano, além de subir o número de unidades, chegando a mais de 70, teve grande sinistralidade. Nesse período, o seguro foi acionado dezenas de vezes, principalmente por questões de roubos de valores e de princípios de incêndio.
No início de 2018, Ricardo Caner contratou a Regula para ajudar nesse atendimento a tantos sinistros. “Informei à rede de fast food que haveria uma empresa especializada para fazer o atendimento dos sinistros. A Regula passou a monitorar e assessorar o cliente, dando a atenção necessária, que eu, como corretor, não conseguia mais”.
No final de julho veio a renovação da apólice e o preço se elevou muito. “Houve um aumento no valor da apólice de cerca de 225%, por conta da sinistralidade. Qualquer cliente, tendo um aumento desta ordem, iria ao mercado consultar outros corretores de seguros. Mas, devido aos relatórios apresentados pela Regula, consegui renovar”. Segundo ele, com os relatórios, o cliente percebeu que alta no preço era mais do que pelo aumento de unidades/ locais de risco, mas pelo significativo crescimento de sinistros. “Ficou muito mais fácil demonstrar o que estavam pagando e acabei usando esses tipos de relatórios como uma benefício de minha corretora para eles renovarem comigo”.
Ricardo Caner conta ainda que consultou outras seguradoras para tentar melhorar o preço, mas elas exigiam relatórios de sinistros dos últimos anos. Nem o corretor tinha (pois está com a conta há um ano), muito menos o cliente. A solução foi renovar com a seguradora que já estava, porém aceitando o aumento de prêmio. “Agora começarmos a ter os relatórios certinhos, muito bem elaborados pela Regula”, diz.
“O cliente já recebeu mais da metade das indenizações, o que falta depende de documentação contábil enviada por ele mesmo, mas frisei: ‘A Regula vai ficar no seu pé porque eu quero te pagar todos esses sinistros’. Com isso já começaram a aparecer as documentações e logo vamos organizar melhor o processo com este importante cliente”.
Para Daniel Bortolleto, diretor da Regula Sinistros, essa é a grande vantagem de terceirizar o atendimento de sinistros com a empresa especializada. “Não adianta o corretor de seguros vender muito, se não puder dar o atendimento necessário na hora mais importante – que é o sinistro e pagamento de indenização – e perder o cliente na renovação. Nosso trabalho é encantar o cliente e municiar o corretor de argumentos para que ele se mantenha por muitos anos com aquela conta”.

K.L.
Revista Apólice

Deixe uma resposta