A Fenacor divulgou a nova pesquisa do ICSS, que apura o grau de confiança de corretores, seguradores e resseguradores. Em agosto, pelo segundo mês seguido, a confiança das seguradoras melhorou. De modo geral, a configuração atual sinaliza que estamos tendendo para a estabilidade dos 100 pontos – ou seja, nem otimismo, nem pessimismo. A interpretação econômica dos números é que, nesse ano, o pessimismo atingiu o patamar máximo com a greve dos caminhoneiros. A partir daí, a confiança vem crescendo aos poucos, de forma tímida e não uniforme.

Hoje, podemos dizer que os efeitos da paralisação se diluíram parcialmente, embora a incerteza política permaneça muita alta, sem falar de fatores internacionais, como a guerra comercial em andamento. Tudo isso pode afetar de forma substancial o comportamento dos indicadores nos próximos meses.

Indicadores 

Expectativas para daqui a 6 meses

A seguir, a distribuição percentual das respostas, com relação a cada um dos setores analisados.

Gráficos Selecionados

Abaixo, como ilustração, dois gráficos: os indicadores ICES e ICSS.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta