No Brasil, as vendas de motos continuam avançando em 2018 e mostram o quanto o brasileiro é apaixonado pela sensação de liberdade. De acordo com dados recentes da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), o setor continua em recuperação. A produção de maio somou 96,6 mil unidades, alta de 9,3% sobre as 88,4 mil motos fabricadas em abril. Já as vendas somaram 87,9 unidades, crescimento de 12% sobre as 78,5 mil motos vendidas em abril.

O cenário sinaliza que o uso da moto continua sendo escolha de muitos brasileiros, como principal meio para se locomover ou como hobby. O veículo, como qualquer outro, pede cuidados que incluem não só a manutenção, mas também um seguro.

O Porto Seguro Moto oferece em sua cartela de serviços uma proteção exclusiva para transporte e lazer. O produto é voltado para veículos a partir de 90 cilindradas, com cobertura contra colisão, incêndio, roubo/furto e danos a terceiros, além de cobertura adicional para acessórios (capacete, luvas, botas, entre outros itens). O seguro possui, ainda, vantagens que incluem guincho 24 horas sem limite de quilometragem, assistência em caso de pane seca e serviços emergenciais à residência do segurado.

A importância desse tipo de proteção está na atenção às necessidades de quem tem moto em seu cotidiano. “Oferecemos um seguro especial para proteger quem anda de moto a trabalho ou simplesmente por diversão. As coberturas adaptadas ao perfil do condutor e do veículo são alguns dos diferenciais do Porto Seguro Moto, pois permite tranquilidade e comodidade ao segurado, e benefícios que vão de descontos em oficinas a assistência 24 horas para passageiros”, explica Marcos Silva, diretor Comercial do RJ, ES, Norte e Nordeste da Porto Seguro.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta