Copa 2018 – Das oito seleções que estavam nas quartas de final, a França é a que tem o gol mais caro. Cada vez que a equipe de Didier Deschamps balança as redes são 138,28 milhões de libras. Os sete gols acumulados durante o torneio até o momento em que entrar em campo para jogar contra o Uruguai totalizam 967,95 milhões de libras.

O Brasil, que ficou com o mesmo número de gols dos “Bleus”, aparece na sequência com 122 milhões de libras por cada tento no Mundial, contabilizando 854 milhões de libras. O levantamento da JLT Brasil, gestora de risco, corretora de seguros e resseguros, considera o valor de mercado de cada seleção e o número de gols marcados. Em último aparece a Rússia, com o gol mais “baratinho” 13,78 milhões de libras por cada um de seus nove цели (gols), computando 124 milhões de libras.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta