(Crédito: Mark Lennihan - AP) Plenário da Assembleia Geral das Nações Unidas

A Aon agora é signatária dos Princípios para Sustentabilidade em Seguros (PSI) das Nações Unidas (ONU). O compromisso foi assinado pelo Eric Andersen, Copresidente da Aon Global.

Coincidentemente, o Brasil também acaba de assinar o acordo com a ONU, através da CNSeg e da Susep, e se tornou o primeiro mercado de seguros do mundo a se comprometer com os Princípios de Sustentabilidade da ONU. Isso é de suma relevância, pois cada vez mais as empresas, órgãos reguladores e financiadores, e o próprio mercado de seguros exigirão melhor governança e controle dos riscos ambientais, climáticos e de continuidade de negócios.

Para Marcelo Homburger, vice-presidente-Executivo de Riscos Corporativos da Aon Brasil, já há, por parte do mercado segurador, maior exigência quanto informações a respeito das ações e medidas de governança que as empresas estabelecem na construção e operação de seus negócios. “O papel da Aon como signatária do PSI trará perspectivas importantes a diversas iniciativas, que servirão para orientar empresas, globalmente, a gerenciarem seus riscos e sua governança, e apoiando nas ações necessárias para obter suporte junto ao mercado segurador e ressegurador, já que a subscrição de seguros também será influenciada pelos princípios de sustentabilidade.”

Os quatro Princípios que a Aon abraçou são:

Princípio 1: incluiremos em nosso processo de tomada de decisão questões ambientais, sociais e de governança que sejam relevantes para nossa atividade em seguros;

Princípio 2: trabalharemos em conjunto com nossos clientes e parceiros comerciais para aumento da conscientização sobre questões ambientais, sociais e de governança, gerenciamento de riscos e desenvolvimento de soluções;

Princípio 3: trabalharemos em conjunto com governos, órgãos reguladores e outros públicos estratégicos para promover ações amplas na sociedade sobre questões ambientais, sociais e de governança;

Princípio 4: demonstraremos responsabilidade e transparência divulgando com regularidade, publicamente, nossos avanços na implementação dos Princípios.

A ONU criou os PSI com o foco em auxiliar a gestão de uma ampla gama de riscos ambientais, sociais e de governança nas principais atividades empresariais. Para isso, o trabalho requer análises e reduções de riscos de desastres e à saúde, soluções de seguros para comunidades vulneráveis e investimentos em infraestrutura resiliente e tecnologias verdes.

“Esses esforços colaborativos globais certamente contribuirão para um futuro mais sustentável”, comemora Eric Andersen, Copresidente da Aon. “Com os Princípios para Sustentabilidade em Seguros, a Aon ajudará a construir sociedades mais fortes e resistentes, em parceria com seguradoras e com a própria Nações Unidas”, afirma Andersen.

Para mais detalhes sobre os Princípios, clique aqui.

M.S.
Revista Apólice