Sudeste – O corretor de seguros Alexandre Camillo é agora candidato a Deputado Estadual em São Paulo. “Busco colaborar com a sociedade, atendendo exigências da política atual de trabalhar com seriedade”, declara Camillo.

A candidatura foi oficializada após a convenção do Partido Social Democrático (PSD) e de coligações. “Ser aceito no partido e escolhido entre aqueles que podem concorrer utilizando a legenda é uma honra e demonstração de que tenho amigos que acreditam e apoiam cada um dos meus passos. Agradeço a confiança do partido e de todos os amigos. Passamos pelas eliminatórias, agora estamos no campeonato e você faz parte deste time. Estaremos juntos na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo”, afirma o candidato.

Camillo acredita que sua influência na categoria será primordial para um bom resultado nas urnas. “Sou novato na política partidária, mas chegou a hora de fazermos alguma coisa”, diz.

Alexandre Camillo

Além de ter realizado palestras e escrito dois livros voltados a corretores de seguros “Venda Evolutiva” e “Vendas Progressivas”, Alexandre Camillo orgulha-se de ser corretor de seguros habilitado e ter conquistado muitos amigos e apoiadores em seu trabalho transparente e empreendedor pela categoria, o que agora busca expandir em prol de toda a sociedade do estado de São Paulo, em um espírito de luta e austeridade com o patrimônio público, priorizando sempre que o cidadão paulistano possa ter um futuro seguro.

Os fundamentos de sua missão com a sociedade estruturam-se em três principais áreas de atuação, nas quais irá lutar pelo melhor aproveitamento dos recursos públicos:

Saúde – “Em meu trabalho no atendimento às pessoas com seguros, conheço as dificuldades da população na área de saúde, os custos, dificuldades, desperdício de recursos. Quando se precisa de saúde, se está difícil para alguém que tem alguma garantia, quem depende só do SUS sente na pele os efeitos desses desvios. Vou trabalhar para melhorar efetivamente este cenário”.

Segurança – “Na atuação em seguros, lidamos diariamente com a questão da segurança pública. Todo dia um sinistro por violência, que tira o sossego de nossas famílias. Não há ninguém que não tenha um caso, um carro roubado, uma casa invadida, e infelizmente situações mais graves, como drogas, violência. Jamais o crime pode começar por quem deve dar o exemplo”.

Idosos – “Ao lidar com a previdência privada e seguro de vida diariamente, sabemos os sacrifícios que as famílias fazem para tentar garantir uma velhice mais confortável. Quem tem um idoso na família sabe as dificuldades, e a falta de um apoio mais forte do governo. Essa é uma área que me sensibiliza e pela qual vou me dedicar profundamente”.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta