No mês da Manutenção Preventiva de Veículos no Brasil, o Engie, dispositivo que ajuda os motoristas a identificar mais de 10 mil problemas mecânicos em seus carros, acaba de revelar uma análise dos dados obtidos através dos mais de 25 mil usuários brasileiros e detectou os 3 problemas mais comuns por aqui. Segundo o relatório, os motoristas se deparam com a ineficiência do conversor catalítico, falha na ignição do motor em um ou mais cilindros e falha no sistema de controle de ar, combustível e dos gases de combustão.

Criado em Israel e tendo em sua equipe o empreendedor Uri Levine, um dos criadores do Waze, o Engie tem como objetivo ajudar motoristas a ter um maior controle sobre seus veículos. A ideia do dispositivo é oferecer, em tempo real, um diagnóstico sobre a situação mecânica do carro, permitindo a prevenção de problemas mais graves, o que possibilita que o motorista economize dinheiro investindo em uma melhor manutenção do veículo.

“O interessante desta análise foi ver que algumas falhas detectadas com grande frequência nos carros brasileiros não são tão recorrentes nos outros países que trabalhamos, como Israel e México”, comenta Gal Aharon, CMO do Engie. “Além de ajudar na manutenção preventiva dos carros, o Engie ajudará a encontrar os melhores mecânicos próximos ao local onde o motorista está, bem como os respectivos preços para reparar o problema. Sempre recomendamos aos nossos usuários que utilizem os serviços profissionais para realizar qualquer reparação no veículo”, finaliza.

As 3 falhas mais detectadas nos carros brasileiros

1. Eficiência do conversor catalítico abaixo do limite requerido – P0420

O conversor catalítico é um dispositivo antipoluição responsável pela redução de gases poluentes liberados pelo veículo. Este processo acontece através da combustão de poluentes residuais do escapamento. O catalisador transforma os gases liberados em gases menos nocivos.  Alguns fatores podem influenciar na perda de eficiência do catalisador, como por exemplo o superaquecimento do motor, a utilização de gasolina de baixa qualidade e impactos com o solo, já que a peça fica embaixo do veículo.

2. Falha na ignição do motor em um ou mais cilindros – P0300

Os motores de combustão interna consistem de um par de cilindros nos quais a mistura de ar e combustível é injetada. Um vela de ignição eletrônica gera uma faísca dentro da célula. Se a faísca estiver faltando, ou a mistura estiver incorreta, ocorrerá falha na ignição. Os sintomas são: menor performance do motor e o motor rodando de forma áspera.

3. Sistema de controle de ar, combustível e dos gases de combustão – Falha no coletor de admissão- P2015

O sistema mantém o equilíbrio de ar e combustível através de um processo computadorizado que controla os níveis de ar e combustível no motor. Entre os parâmetros que são verificados neste processo estão a pressão do ar, a pressão do combustível, a pressão barométrica, da temperatura do ar exterior, injetores de combustível e mais. Além disso, também é responsável para o controle de emissões de gases.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta