A partir deste mês, o Porto Seguro Vida e Previdência deixa de cobrar taxa de carregamento nos fundos Diamante e Diamante Plus dos seus planos de previdência privada, voltados para clientes Premium. Além dessa vantagem, foi reduzido de R$ 500 mil para R$ 100 mil o valor de aporte inicial no Diamante Plus. Para o fundo Diamante o valor de aporte inicial mínimo já é de R$ 50 mil.

A estratégia visa beneficiar o contratante, atrair novos negócios e incentivar o investimento em longo prazo. “Numa sociedade em que o número de idosos, com expectativa de vida de 75 anos, está muito maior que o de jovens, a previdência privada é uma boa solução para manter no futuro o mesmo padrão de vida que tinha ao trabalhar, especialmente para os que recebem acima de dez salários mínimos. Trata-se de uma previdência complementar à previdência social”, explica Fernanda Pasquarelli, diretora de Vida, Previdência e Investimentos da companhia.

Além dos planos Diamante, o Porto Seguro Vida e Previdência também trabalha com os produtos Rubi voltados para o varejo. “O ponto forte dos planos é a flexibilidade, já que o investidor pode alterar os valores ao longo do tempo, bem como suspender e retomar as contribuições quando desejar, mês a mês ou por meio de aportes eventuais. Nosso objetivo é fortalecer a presença no mercado brasileiro, diversificar nosso portfólio e atender diversos perfis de clientes. Queremos proporcionar uma reeducação financeira com estímulo ao investimento de longo prazo”, complementa Fernanda.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta