Hoje em dia, as pessoas usam aplicativos para quase tudo: conversar, comprar, fazer transações bancárias, tirar fotos, gravar vídeos, dirigir, escutar músicas e compartilhar informações. A facilidade de instalar e criar contas nestes apps pode deixar passar uma questão muito importante: a segurança digital.

Os aplicativos representam um dos pontos mais vulneráveis e sensíveis quando se fala de segurança mobile. Uma pesquisa realizada pela empresa Bit9 mostrou que mais de 20% dos apps para Android foram considerados suspeitos ou questionáveis.

Uma maneira rápida de descobrir essa invasão de privacidade são aquelas perguntas que acontecem logo após a instalação, como autorização para postar nas redes sociais, acessar as fotos e contatos e saber sobre a localização. Por isso, é preciso analisar quais acessos são solicitados e pensar muito bem antes de clicar em permitir, pois mesmo que não sejam maliciosos, esses apps têm acesso amplo a dados pessoais de seus usuários.

Porém, o que acontece após a instalação? Quando o usuário coloca em seu celular aplicativos e programas maliciosos, todo o trabalho no dispositivo mobile é silencioso, sem que o usuário perceba que está sendo vigiado. Assim, eles acessam e compartilham tranquilamente com a central seus hábitos de navegação na internet, dados pessoais e arquivos, ou seja, toda a vida digital.

Para detectar esses espiões, todo dispositivo mobile precisa ter um bom aplicativo de segurança. Com ele, é possível ser alertado dos riscos, o que está sendo visto e até mesmo indicar o que deve ser removido. Um destes programas é o Hero, aplicativo de segurança digital desenvolvido pela FS que agrega em uma única plataforma um cardápio completo de proteção. Com ele instalado, o usuário tem uma solução completa que protege a navegação na internet, mas também garante a segurança de fotos, vídeos, arquivos e das informações pessoais.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta