A receita líquida consolidada da OdontoPrev cresceu 5,4% no primeiro trimestre de 2018. Destaque para os segmentos massificados, cuja receita subiu 10,8% na comparação anual. O tíquete médio consolidado de R$ 20,53 foi 5,6% superior ao mesmo período em 2017. O número de beneficiários superou 6,3 milhões, com adição líquida de 29 mil vidas no trimesstre, em comparação à queda de 54 mil vidas no ano mesmo período no passado.

Eficiência e geração de valor

No primeiro trimestre de 2018, o menor custo de serviços resultou em sinistralidade de 41,9%, inferior à de 45,0% no em primeiro trimestre de 2017. A provisão para perdas sobre créditos foi de 3,6%, menor em relação aos 4,6% em 2017. O Ebitda ajustado atingiu R$ 106 milhões, maior 17,7% em relação ao ao ano anterior, com expansão de margem Ebitda ajustado em 3,0 p.p. para 28,7%. Nos últimos doze meses o Ebitda ajustado atingiu R$ 368 milhões, alta de 21,6% em relação ao período anterior, com margem de 25,2%.

Resultado líquido

O lucro líquido foi de R$ 82 milhões, 18,9% superior ao observado no primeiro trimestre do ano passado. A OdontoPrev registrou em 31 de março caixa líquido de R$ 522 milhões, sem nenhuma dívida.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta