Luiz Mario Rutowitsch, Marcia Safadi, Amilcar Vianna, Marina Tozzi, Jayme Torres e Carlos Gadia

O Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ) convidou o superintendente comercial de Vida, Previdência e RE da Seguros Unimed, Carlos Gadia, e a gerente executiva comercial, Marina Tozzi, para o seu almoço de março. O chamado ocorreu para que os produtos da seguradora fossem discutidos.

Gadia contou que a Seguros Unimed é composta por três empresas: uma com foco em Vida, Previdência e Ramos Elementares, outra em Odonto e outra em Saúde. “Nossa missão é cuidar das pessoas e instituições, protegendo vida, patrimônio e futuro. Somos hoje uma solução completa em seguros”, garante.

Alguns números dão uma ideia da competitividade da seguradora: é a 3ª maior em Saúde entre 11 operadoras; 9ª em Previdência Privada entre 11 seguradoras; 4ª de 275 em Odonto; 12ª de 83 em Vida e a 2ª maior em Previdência fechada, com 15 planos instituídos.

Segundo Badia, uma das principais preocupações da seguradora é investir cada vez mais em tecnologia, buscando inovar e ganhar agilidade. “Também temos um histórico de parcerias de longo prazo, seja com colaboradores ou parceiros, como os corretores”, afirma.

Foco nos corretores

No almoço, a gerente executiva comercial Marina Tozzi apresentou a equipe do Rio, que se colocou à disposição para realizar treinamentos e visitas para detalhar cada produto da carteira da Seguros Unimed. “Nosso objetivo é nos aproximar cada vez mais dos corretores”, disse. Ela também apresentou a campanha Carteira Recheada, que premiará os profissionais com maior produção junto à companhia.

O presidente do CCS-RJ, Jayme Torres, afirmou que trazer a Seguros Unimed foi uma maneira de abrir uma janela de oportunidades aos nossos associados, visto que a seguradora está se reposicionando e atua com produtos ainda pouco conhecidos por muitos corretores.

Ele também relembrou os eventos já realizados neste primeiro trimestre, como a reunião realizada na Baixada Fluminense sobre os roubos de carros e o seguro automóvel. “Com a intervenção militar no estado, a categoria fica atenta e espera que os resultados sejam eficientes”, comenta.

A Comissão da Mulher do CCS-RJ também realizou, em parceria com o CVG-RJ, um encontro no Dia Internacional da Mulher. Torres aproveitou a ocasião para fazer uma homenagem à data e a todas as mulheres pelo mês de março.

M.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta