viagem

O Vital Card realizou um levantamento de agosto de 2017 a janeiro de 2018  para entender qual é a cobertura mais utilizada pelos viajantes que contratam o seguro viagem, foram entrevistadas 3923 pessoas. Em primeiro lugar figuraram as despesas médicas e hospitalares, com 64,90% de utilização pelos viajantes. Em segundo e terceiro lugar aparecem, respectivamente, localização de bagagem, com 12,69%, e atraso de voo, com 11,09%.

“Esse número, na verdade, representa uma realidade geral em todo o mundo. Nenhum passageiro está imune a ter um problema de saúde, principalmente, quando está em um país diferente, com outra cultura e culinária”, explicou o diretor operacional e de produtos da Vital Card, Rafael Turra.

Outras coberturas

Outros tipos de coberturas utilizadas pelos turistas e que aparecem na pesquisa são: assistência odontológica (5,07%), danos à mala (2,83%), atraso de bagagem (1,15%), interrupção de viagem (0,76%), cancelamento de viagem (0,69%), hospedagem forçada por condição climática adversa (0,18%), orientação em caso de perda de documentos (0,15%), falecimento de parente de 1º grau (0,13%), repatriação médica (0,13%), farmácia (0,08%), garantia de regresso (0,03%), auxílio perda/roubo documentos (0,03%), auxílio na transferência de fundos (0,03%), hospedagem e auxilio após alta hospitalar (0,03%), prorrogação de estadia (0,03%) e repatriação Funerária (0,03%).

Segundo Luciano Bonfim, diretor comercial do Vital Card, o brasileiro está mais consciente dos benefícios que o seguro viagem oferece. “Temos notado um interesse maior na contratação de seguro viagem. Viajar seguro é vital”, afirmou.

M.S.
revista Apólice

Deixe uma resposta