Museu Imperial, em Petrópolis. Crédito: Flickr/Naty Castro
Museu Imperial, em Petrópolis. Crédito: Flickr/Naty Castro
Museu Imperial, em Petrópolis. Crédito: Flickr/Naty Castro

A Allianz Seguros inaugurou uma filial em Petrópolis, no Rio de Janeiro. O evento de abertura da unidade contou com a presença de Eduardo Grillo, diretor Comercial e Market Management, Paulo Loureiro, superintendente regional Rio de Janeiro e Espírito Santo, da equipe comercial da seguradora e de 70 corretores de seguros.

“O mercado brasileiro, e não diferente o do Rio de Janeiro, está passando por um movimento muito importante. Seja em relação à economia, seja nos investimentos das seguradoras. Hoje, estamos colocando a nossa bandeira aqui, não somente com a expectativa de estar mais próximo do corretor de seguros, mas de entregar a vocês uma parceria com valor agregado”, disse Grillo.

A sucursal aberta em Petrópolis é a segunda no estado do Rio de Janeiro e atenderá cerca de 45 municípios fluminenses. Com ela, a Allianz encerra os investimentos em expansão regional previstos para 2017 – Porto Velho e Pouso Alegre foram os outros dois locais onde a seguradora fortaleceu estrutura para estreitar relacionamento com corretores e clientes e, desta maneira, gerar e alavancar negócios.

A decisão de instalar escritório em Petrópolis está atrelada à localização estratégica da cidade e ao volume de negócios obtido em seus arredores, principalmente nos últimos dez anos. O município está a menos de 100 quilômetros do Rio de Janeiro e a partir dele há fácil acesso ao Sul, Norte e Noroeste fluminense e à região dos Lagos.

A companhia comercializa os seus produtos em todo interior do Rio de Janeiro por meio de aproximadamente 130 corretores de seguros. Deste total, mais de 40% estão alocados na região servida pela filial de Petrópolis. A expectativa é que o número de parceiros seja elevado em cerca de 25% em 2018 com o funcionamento da nova unidade, permitindo a companhia aumentar a sua presença localmente. Além disso, de janeiro a setembro deste ano houve um incremento de 33% no número de cotações de Auto Individual na região.

“Nós somos uma seguradora exclusivamente de corretor de seguros. Para nós, o mundo digital é um mecanismo para facilitar a vida de vocês, nossos parceiros, e proporcionar eficiência operacional. Por meio da tecnologia, implementamos um modelo de negócios baseado na simplificação de produtos e processos e que, portanto, os incentiva a diversificar e aumentar negócios. Com isso, almejamos que tenham crescimento sustentável com visão de longo prazo”, ressaltou Grillo.

De acordo com informações levantadas pela Allianz, Petrópolis e as demais cidades atendidas pela sucursal possuem vocação para seguros ligados aos setores de comércio, serviço e turismo, como também às indústrias de transformação, têxtil, ceramista, de açúcar e álcool, automobilística, siderurgia e metalurgia. A economia local ainda é alicerçada na atividade petrolífera, além de ser impactada pela forte presença de estaleiros. Na região, há ainda a extração de sal. Com isso, são potencializadas as oportunidades ligadas às apólices de Empresas e Vida, por exemplo. Ainda segundo os nossos estudos, no raio atendido pela filial há mais de 1,7 milhão domicílios urbanos e 620 mil veículos seguráveis, o que pode converter negócios a mais três carteiras que a Allianz tem apetite – Residência, Condomínio e Automóvel.

O seguro de Automóvel também contará com esforço comercial por dois motivos. O primeiro deles é que se trata da principal linha de negócio da seguradora no Brasil e pelo fato de a frota de veículos ter crescido em ritmo mais acelerado no interior do estado do que na capital e com sinistralidade mais equilibrada. Os dados do Anuário Estatístico do Detran-RJ apontam que entre 2006 e 2016, na região dos Lagos o número de veículos aumentou 143%, no Sul do estado 123%, no Noroeste 110%, no Norte 102%, na região Metropolitana (exceto a capital) 99%, no Centro fluminense 97%, Médio Paraíba 83% e na região Serrana 76%, contra 52% na cidade do Rio de Janeiro.

A seguradora espera encerrar 2017 com um crescimento de 13% comparado ao resultado de 2016 em Petrópolis e região. “Com a expansão regional, estimamos alcançar em 2018 um aumento de 16% na produção em relação a 2017. Assim, a filial concentrará mais de 20% do faturamento da Allianz em todo o estado do Rio de Janeiro”, apontou Loureiro.

L.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta