ouvidoria sac

Manter continuamente uma linha de comunicação com o consumidor, para que ele se sinta amparado, respeitado e com respostas para todos os seus questionamentos.  As seguradoras estão atentas a essas premissas que regem a relação com os clientes. Na sexta edição do “Papo Seguro”, programa do “CNseg – O Canal Seguro”, o presidente da confederação, Marcio Serôa de Araujo Coriolano, destaca as principais centrais de atendimento mantidas pelas seguradoras para orientar os clientes. “A mais conhecida delas é o SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente), um canal pelo qual o consumidor pode pedir informações, tirar dúvidas, fazer reclamações e, até mesmo, solicitar um cancelamento de contrato. O prazo de resposta deve ser de até cinco dias úteis a contar do seu registro. Não deixe de anotar o número de protocolo informado pela empresa”, orienta Coriolano.

Caso o SAC da seguradora não corresponda à expectativa do consumidor, o passo seguinte é buscar respostas junto à ouvidoria. “Ela existe para atuar na solução de eventuais conflitos na relação entre consumidor e a empresa. É muito mais rápido e barato do que perder tempo e dinheiro com advogados e longos processos. Nesse caso, é muito importante ter em mãos aquele número do protocolo fornecido pelo SAC”, assinala Coriolano.

Atendimento

Para falar com os canais de atendimentos das seguradoras, o presidente da CNSeg recomenda ao consumidor que acesse os sites das empresas e neles obtenha os telefones do SAC, da ouvidoria ou o meio digital de contato. “Se esses canais não resolverem o seu problema, bem, você tem sempre o direito de recorrer a outras instâncias. Mas antes fale com a sua seguradora. Ela existe para lhe atender e servir. Caso contrário, ela pode perder o cliente, não é?”, conclui Coriolano.

Confira em: https://youtu.be/C5d95PnOhj4

A.C.
Revista Apólice

 

Deixe uma resposta