corretora
Crédito: Peter Illicciev, Fiocruz

Para reafirmar o compromisso com a divulgação científica como um processo de inclusão social, cultural e educacional, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, a Marsh Brasil passou a ser uma das patrocinadoras do projeto “A entomologia ilustrada nos livros raros e especiais da Biblioteca de Manguinhos”.

O projeto consiste na realização de uma exposição, composta por um acervo de livros, teses, folhetos, periódicos científicos dos séculos 19 e 20, obras e materiais especiais, como estojos de lâminas microscópicas. Fazem também parte do acervo publicações que foram impressas até 1930.

A exposição, prevista para inaugurar no segundo semestre, fará parte da programação de 2017 do Museu da Vida/ Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), espaço de integração entre ciência, cultura e sociedade, com o objetivo de educar e informar por meio de exposições, atividades interativas, multimídias, peças teatrais e laboratórios.

Criado em 1999 e localizado no mesmo bairro onde fica a Fiocruz, em Manguinhos, o Museu da Vida conta com vários espaços, como um castelo, uma pirâmide, uma tenda de teatro, laboratórios, trilhas histórico-ecológicas, um borboletário e salas de exposições. O local recebe cerca de quatro milhões de visitantes por ano, a maioria estudantes e professores da rede pública de ensino.

O patrocínio é uma forma de democratizar o acesso aos livros raros e obras da biblioteca de Manguinhos e torná-los acessíveis ao público em geral.

L.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta