Réveillon 2016 na Praia de Copacabana. Crédito: Fotos Públicas
Réveillon 2016 na Praia de Copacabana. Crédito: Fotos Públicas
Réveillon 2016 na Praia de Copacabana. Crédito: Fotos Públicas

Escolher o destino que vai passar a virada do ano é uma tarefa difícil, que envolve diversos fatores. Pontos turísticos, distância do local de origem e preço são alguns pontos que influenciam essa escolha. Um outro ponto essencial para a decisão são os eventos preparados pela cidade para comemorar a chegada do novo ano.

A Bidu Corretora listou os principais destinos para passar a virada do ano em todo o mundo, assim como o valor do seguro viagem para cada um.

Rio de Janeiro (Brasil)

A famosa queima de fogos na praia de Copacabana torna o Rio de Janeiro um dos principais destinos escolhidos para passar a virada do ano. No entanto, além de curtir a virada, os visitantes podem aproveitar a viagem para curtir as principais praias da região, conhecer os pontos turísticos e aproveitar a noite carioca.

O seguro viagem para as terras cariocas custa por volta de R$ 13.

Punta Del este (Uruguai)

Conhecida pela sofisticação de cassinos, restaurantes e resorts de luxo, a cidade conta com diversas opções para quem busca curtir belas praias e também a vida noturna da região. Na noite do ano novo, além da tradicional queima de fogos na praia, conta com várias festas espalhadas pela cidade.

Para a região, o viajante paga por volta de R$ 59,83 no seguro.

Nova Iorque (Estados Unidos)

O frio intenso pode até afastar alguns brasileiros, mas a Times Square é um dos destinos mais conhecidos no mundo quando pensamos na virada do ano. A festa, marcada pela descida da enorme bola e por diversas atrações musicais, recebe milhões de pessoas por ano.

Para o destino americano, o seguro viagem custa R$ 89,77.

Sydney (Austrália)

Quem decidir passar a virada em Sydney será um dos primeiros a celebrar o início do ano novo, já que o local possui uma diferença de 12 horas em relação ao horário oficial de Brasília. A comemoração também é em grande estilo – o show pirotécnico acontece na baía de Sydney, com fogos sendo disparados de balsas, dos arranha-céus e da Harbour Bridge, um dos cartões-postais da cidade.

O seguro viagem para lá custa, em média, R$ 59,83.

Moscou (Rússia)

Moscou é um dos destinos mais escolhidos para quem quer passar a virada do ano na Rússia. O ano novo na Praça Vermelha, um dos principais locais históricos da capital russa, atrai milhares de pessoas para a queima de fogos. Se tiver mais um tempo, o viajante pode aproveitar para conhecer outros países da Europa.

Para aproveitar o destino com mais tranquilidade e segurança, o turista desembolsa em torno de R$ 76,44.

Cidade do Cabo (África do Sul)

A Cidade do Cabo é o destino mais animado da África do Sul no Réveillon. Todo o agito se concentra no Centro da Cidade, na Long Street, e os turistas contam com diversas opções de restaurantes e baladas para a comemoração. Nos dois primeiros dias do ano, a cidade recebe a Procissão da Marcha do Menestrel, com pessoas fantasiadas e pintadas e muita música.

Para o local, o viajante para em média R$ 59,83 no seguro.

Tokyo (Japão)

Para quem está acostumado com praias e as comemorações tradicionais de ano novo, passar a virada em Tokyo pode ser uma experiência totalmente diferente. Lá, não há o costume de fazer festas no fim do ano, mas os viajantes podem juntar-se às pessoas que realizam o Hatsumode, a primeira visita do ano a um santuário ou templo.

O seguro, para o destino, também custa por volta de R$ 59,83.

Punta Cana (República Dominicana)

As praias de areia branca, mar azul e coqueiros que completam a paisagem já são grandes atrativos de Punta Cana em qualquer época do ano. No Réveillon, não há comemorações em toda a cidade, como acontece no Brasil, mas a maior parte dos resorts contam com atrações para o período. Também é possível aproveitar a viagem para mergulhar, nadar com golfinhos, conhecer pontos turísticos e, até mesmo, fazer compras nos shoppings e centros de compras da região.

R$ 59,83 também é o valor pago, em média, no seguro para quem irá visitar o destino.

L.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta