Pais_metade dos clientes que adquirem planos de previdência

A Brasilprev fez um levantamento específico de pais que contribuem para o plano de previdência dos filhos. O estudo realizado em maio de 2016, considerando a base de 1,5 milhão de clientes com PGBL e VGBL, revelou que 50% dos Planos Brasilprev Júnior têm pais como responsáveis financeiros. Lançado pioneiramente pela companhia em 1997, o produto, que já representa 33% do total de planos da companhia, é um meio para que os adultos possam investir em um plano de previdência para os projetos futuros de crianças e adolescentes.

Segundo o levantamento, a média do valor de contribuição mensal é de R$ 156, uma quantia 15% maior que o montante investido por outros responsáveis financeiros desse tipo de plano (como mães, avós, tios, padrinho etc.), que guardam, em média R$ 136. “Outro dado importante é que o Sudeste manteve a maior concentração destes clientes, que representam 44% da base total da companhia na região. Depois, vem o Sul com 20% e o Nordeste com 22%”, diz Soraia Fidalgo, superintendente de Clientes da empresa. O estudo também revela que a idade média dos beneficiários dos planos, as crianças, é de 13 anos. “O pai terá um bom tempo para acumular recursos para viabilizar os projetos de vida de seus filhos que, pelo que constatamos em pesquisas, estão diretamente ligados à educação”, conclui.

Brasilprev

L.S.
Revista Apólice

Deixe uma resposta