17/08/2022

App Reboque.me paga R$ 10 a quem indicar serviço de guincho

Uma startup que pretende minimizar o impacto dos veículos quebrados na rua e, por consequência, colaborar com a mobilidade urbana, lança um aplicativo que auxilia motoristas a encontrar o guincheiro mais próximo, e vai pagar dez reais a cada vez que um usuário indicar o aplicativo a pessoas que necessitam de um serviço de guincho: a #YouCanHelp acontece entre os dias 20 de julho e 7 de agosto, com possibilidade de prorrogação, nos municípios de São Paulo, Guarulhos, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano, Diadema e Osasco.
De acordo com levantamento realizado pela Federação Nacional de Seguros Gerais (Fenseg), a capital paulista possui uma frota de 7,5 milhões de veículos, sendo que, desse total, pelo menos 70% não possui seguro automotivo. Para piorar este cenário, a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego – estima que um veículo quebrado, em via pública de grande movimento, por cinco minutos, gera em torno de 10km de trânsito.
“Queremos disponibilizar auxilio imediato através de uma rede com mais de 400 parceiros que credenciamos no aplicativo. Acreditamos muito no conceito do compartilhamento de informações para melhorar o dia a dia das pessoas e nada melhor do que incentivá-las a criar uma rede de colaboração. Quanto antes esses motoristas forem ajudados, mais rápido o trânsito fica livre e ajuda a mobilidade urbana”, salienta Samuel Freire, fundador e CEO da reboque.me.
“Por ser uma campanha cumulativa, quanto mais o usuário compartilhar o app, mais ele ganha. Portanto, se indicar para 10 amigos e todos eles solicitarem o guincho e usarem o serviço até o fim, ele ganha cem reais no total, além de contribuir para a qualidade de vida das pessoas ao apresentar uma solução prática e segura”, afirma Maurício Terra Tilhe, fundador da empresa.
O app funciona de forma bem simples: o cliente informa o serviço de sua necessidade – guincho, combustível, troca de pneus ou carga de bateria – o app localiza a posição do veículo, e, em até três minutos (média) recebe uma indicação de preço do serviço, tempo de chegada e qualificação do guincheiro mais próximo. Com esses dados, ele poderá aceitar a proposta na tela de seu celular e acompanhar a sua chegada.
Para garantir a segurança dos usuários, a startup realiza uma triagem rigorosa com os prestadores de serviços e confere sua documentação, para se certificar de que tudo esteja em ordem. Além disso, a startup trabalha com uma tabela de preços única, na qual o serviço de guincho sai à partir de R$ 99, evitando a cobrança de valores abusivos.

K.L.
Revista Apólice